1/5 das estrelas tem planetas habitáveis

Zona Habitável

Investigadores dos Estados Unidos garantem que uma em cada cinco estrelas como o Sol tem planetas que podem ser habitáveis. Uma dessas estrelas está apenas a 12 anos luz da Terra e pode ver-se nitidamente do nosso planeta.

Astrónomos norte-americanos explicam que uma em cada cinco estrelas tem vários planetas na sua órbita tal como acontece na nossa Via Láctea, e um desses planetas pode encontra-se, tal como a Terra, nem demasiado perto nem demasiado longe do seu astro potenciando assim condições, quer de temperatura quer de água, para que possa ser habitável.

Os investigadores das universidades da Califórnia e do Havai acreditam que esses planetas, mais ou menos do tamanho da Terra, possuem uma temperatura superficial propícia à vida, graças às observações realizadas pela nave espacial Kepler da NASA.

Durante a sua missão a Kepler recolheu dados suficientes para determinar quantas das 200 mil milhões de estrelas da nossa galáxia têm planetas potencialmente habitáveis.

A equipa advertiu, no entanto, que os planetas do tamanho da Terra em órbitas similares não são necessariamente adequados à vida, apesar de se encontrarem na “zona habitável” da órbita da estrela. “Alguns podem ter atmosferas que não permitem a sobrevivência das moléculas de ADN”, por exemplo, explica Geoffrey Marcy, professor de astronomia da universidade da Califórnia e autor do estudo.

(Notícia corrigida dia 7 novembro às 17:30 – altera a distância de uma das estrelas para 12 anos luz da terra e o número aproximado das estrelas na Via Láctea – para 200 mil milhões – RSF)

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=3515515

A eternidade do Ser

O dia é sempre o dia, o lugar é sempre o lugar, a hora, sempre a hora.

Ora pois, vida depois da vida, vida depois da morte, morte depois da vida. Tanto faz.

A vida continua, a vida está sempre presente, a vida é eterna, você é eterno.

Da compreensão disso, o inusitado.

Ser eterno.

Não é isso que todo mundo quer? A eternidade.

Viva então em conformidade com isso, não morrendo, transformando.

Transformar é a um só tempo viver e morrer.

Transformar é renascer.

A vida está na transformação e a morte também.

Então, o que é vida, o que é morte?

Nunca saberá.

Um é continuação do outro, um é parte natural do outro.

Por que então dividir em antes e depois, vida e morte?

Ter isso em mente e viver em conformidade com isso é o segredo que poucos alcançam.

Estamos tratando de dois elementos: o infinito e a eternidade.

Espaço sem fim, vida sem fim e, nem tampouco, começo.

Fique quieto e tente conceber esta maravilha.

É difícil para essa sua mente tão acostumada ao antes e depois, lá e cá.

É difícil para você sair das grades tão enferrujadas e velhas de seus conceitos pobres e limitantes.

Tal vez a grande e primeira transformação será a de seus conceitos.

Libertar-se dos conceitos é abrir-se para a vida, sem tempo ou lugar, eterna.

Viva distraído, sem pressa, sem ter que chegar ou buscar.

Deixe-se ir no turbilhão das coisas, no burburinho da vida.

Deixar-se caminhar para onde a corrente levar alegre e confiante de que em qualquer lugar e de qualquer maneira a vida o encontrará.

Viver em conformidade com isso é viver encantado.

Estar encantado é estar presente em tudo, sem querer alterar ou mudar o curso natural das coisas.

Vamos frisar: não existe o lá e cá, não existe o antes e o depois.

Tudo é um só.

Um só.

A unidade, a comunhão, o contato com todo o universo, com o divino.

Verá como é possível viver de maneira diferente, na gratuidade.

Gratuidade é não fazer barganhas e nem querer ganhar nada.

Não ter que vencer nem querer ter.

Viver indo, viver vivendo simplesmente, sem regozijar nem reclamar.

Quando o rio e o mar se encontram, eles se fundem.

O rio deixa de ser rio e vira mar.

Rio e mar são nomes diferentes que damos a tipos diferentes de água.

Mas, na essência, tudo é água, tudo é movimento, é vida.

A água será sempre água, em qualquer lugar -muda apenas de forma ou estado-.

Os estados da água, os estados da alma.

A alma muda de estado, volatiliza.

Muda outra vez e torna-se sólida, num corpo compacto.

Toma a forma do recipiente que a contém.

O corpo é o recipiente da alma.

Nós confundimos o recipiente com o conteúdo.

O corpo não é o seu ser, o seu ser não é o corpo.

O seu corpo é perecível, o seu ser, não.

Parecer e ser, a escolha é de cada um.

Quanto mais você conseguir a verdadeira expressão interior, maior será o seu contato com o exterior.

O de dentro e o de fora se fundirão como o rio e o mar.

Então as coisas do mar conterão as coisas do rio e as coisas do mar tocarão o rio.

Rio e mar num só.

Corpo, universo e alma numa só expressão.

O eu interior em comunhão com o universo.

O universo contido no espirito.

Poderá ver e tocar o espaço azul infinito, para sempre.

Dia após dia, noite após noite, para sempre, eternamente.

Evoluir é isto, sair de dentro e encontrar o de fora.

Sair dos estreitos limites de seus conceitos e comungar com a vida, com o universal.

-Jeremias Horta-

A Ciência ao Serviço de Deus

No momento que a física quântica confirmou que a matéria compreendida como algo sólido não existe e que tudo o que vemos, tocamos e percebemos não é outra coisa senão átomos compostos de espaço e energia em movimento, todos os conceitos e antigas teorias que limitavam nossa existência estão começando mudar.

Aceitando a idéia defendida pelas religiões de que fomos criados a imagem e semelhança de nosso Criador e que sua criação é perfeita, uma pergunta instiga minha mente: Por que sendo perfeitos temos algumas experiências tão miseráveis? Problemas econômicos, familiares, problemas emocionais que condicionam nossas relações com os seres que amamos, doenças, medos, traumas… Um sem fim de dor que permeia nosso mundo e nós o aceitamos sem dúvidas, como companheiro de viagem, e inclusive defendemos que assim tem que ser.

Não vê algo errado neste filme?

E se o paraíso que as religiões prometem, começasse aqui e agora neste planeta, nesta vida e neste momento?

Com certeza sua mente acaba de dar-lhe um numero infinito de motivos pelos quais esta ideia visionaria é impossível, porém e se realmente tivessemos uma escolha?

Para a Cura Quântica nós somos o resultado de memórias herdadas (DNA) e aprendidas que nos limitam e nos induzem a repetir histórias indefinidamente, condicionando assim nossa realidade.

Faça uma prova, feche os olhos, respire profundamente e coloque sua atenção no ar entrando e saindo pelo nariz, quando estiver mais calmo e consciente de seu corpo, faça as seguintes perguntas:

O que esta limitando a minha experiência?

O que desejo mudar?

Não importa o tipo de resposta que seu Eu interior dá pra você, a Cura Quântica vai poder ajudar-lhe no seu caminho da perfeição. Graças a esta revolucionaria técnica os milagres acontecem e podemos eliminar essa informação que bloqueia nosso sistema e limita nosso presente. Imagine sua vida sem depressões, ansiedade, doenças, medos, raiva, problemas com  dinheiro, relacionamentos… Tudo é informação e tudo é modificável.

O ser humano ficou preguiçoso e deixou que outros decidam por ele, esperando que as soluções que venham de fora sejam boas pra ele mais não é assim, e esse fato provoca mais dor e frustração em nossas vidas porque nunca chega do jeito que gostaríamos.

Como filho do criador, você tem o poder, o direito e a responsabilidade de criar sua realidade.

Por favor, crie uma vida plena, feliz, em harmonia e em paz.

Todo o universo vai te agradecer.

Conrado López