Apresentação Workshop Online

Anúncios

2018 O Despertar dos Guardiões Planetários

 

Workshop On-line:

“O despertar dos Guardiões Planetários”

Como buscador da verdade e sensível ao seu desenvolvimento espiritual você já está pronto para aceitar o compromisso pelo qual encarnou em nossa amada Mãe Terra.

Você é um Guardião Planetário e 2018 é o ano para começar a assumir o seu lugar no planeta Terra.

Aceite o convite para participar de um workshop sem precedentes na história, onde você vai poder se conectar ao vivo com locais sagrados ancestrais e receber os códigos de luz disponíveis para o seu despertar.

9 Ativações que acontecerão em datas astronômicas que recalibrarão você com Gaia e com o Centro da Galaxia.

Screen Shot 2018-02-06 at 9.51.23 PM

Screen Shot 2018-02-06 at 9.51.36 PM

Um workshop 100% ONLINE!

Em qualquer lugar que esteja, se conecte aos locais sagrados do planeta Terra.

As ativações acontecerão ao VIVO mas ficarão gravadas para você assistir elas as vezes que você quiser.

Benefícios:

• Se sintonizar com o fluxo energético da Terra e do Universo;

• Despertar o Guardião Planetário que você é;

• Reativar as energias do equilíbrio e abundância na sua vida;

• Ocupar o seu lugar no mundo e ancorar a energia das ativações na sua vida e no local onde você mora;

• Se abrir para que os milagres aconteçam na sua vida com segurança e entrega;

• E muito mais… pois cada ativação vai interagir com o seu DNA e ele é o cofre do tesouro, cheio de capacidades e dádivas adquiridas ao longo da sua eternidade pelo multiverso.

Conrado López • Projeto Adam Kadmon

ORGANIZADO POR

CONRADO LÓPEZ

Orientador espiritual e palestrante internacional espanhol.

Aos 33 anos de idade, assumiu o compromisso de ajudar as pessoas a se reconectar com a sua essência e com o Coração da Mãe Terra.

Para cumprir essa tarefa, ministra workshops e organiza viagens, levando grupos aos lugares sagrados do Planeta, permitindo que as pessoas entrem em contato com a sabedoria do local, enquanto desfrutam da assistência de uma equipe que cuida do conforto que elas merecem.

Se permita o presente que Gaia e o Universo nos estão oferecendo em 2018, um ano 11 com a energia da MESTRIA disponível para todos nós.

Screen Shot 2018-02-06 at 10.08.56 PM

 

Reconectando o Coração de Gaia

Oferenda Pachamama

É maravilhoso sentir a perfeição da vida em seu estado natural e compreender quão simples tudo se torna quando nos entregamos e aceitamos que o importante é sempre o coletivo e o Bem Maior.

Acabo de voltar de uma viagem mágica pelo Peru e sinto que essa aventura precisa ser compartilhada.

Minha conexão com o país e com Gaia ficou bem forte quando em novembro de 2012, o dia 1º, recebi da Mãe Terra uma pedra muito especial no santuario de Machu Picchu.

Pedra Machu Picchu Conrado Lopez

Você pode ler mais sobre como encontrei a pedra fazendo click na foto de embaixo ou no link: https://projetoadamkadmon.wordpress.com/2013/11/02/1258/

Pedra Machu Picchu Conrado López

Dois anos mais tarde, o dia 1 de novembro de 2014 e seguindo o chamado de “voltar para casa” me encontrava no Vale Sagrado do Peru, realizando uma cerimônia de San Pedro. Foi ali que conheci Juan Carlos, um xamã da nação shipibo, original da selva amazônica e responsável de preservar as tradições dos seus ancestrais.

Após o encontro com Juan Carlos e as orientações dos guardiões de Machu Picchu, decidi organizar uma viagem ao local com uma proposta interessante: “Reconectando o Coração de Gaia”.

Reconheço que parecia muita pretensão para um simples mortal como eu formar um grupo de 21 pessoas com a finalidade de reconectar o Coração de um ser tão grande como Gaia. Mas essas foram as orientações e eu simplesmente aceitei sem saber o que seria feito naquela aventura.

Passaram-se os meses e durante a organização da viagem chegamos a ter até 27 inscritos, mas somente 2 dias antes da partida tivemos o número exato de participantes. Como não podia deixar de ser, o nosso grupo estava formando de 21 pessoas.

Embarcamos em 12 de setembro de 2015 e, no dia 13, já estávamos no Vale Sagrado aproveitando o portal energético que estava se abrindo diante de nós com o eclipse solar. Sua energia nos guiaria durante nossa jornada por terras Inkas, trazendo-nos de volta às nossas respectivas casas para desfrutar com nossas famílias do fechamento do portal durante o eclipse de lua, no dia 27 de setembro.

No decorrer da viagem o grupo foi sintonizado-se com os Elementos e as diferentes energias dos Três Mundos da cosmovisão andina, recebendo curas e conexões multidimensionais. Isso aconteceu tanto individualmente como em grupo e até mesmo no nível planetário, já que em muitos dos trabalhos foi mostrado aos participantes do grupo, como as Hierarquias de Luz utilizavam a energia ancorada pelo grupo para encaminhar seres desencarnados e liberar as energias densas do corpo emocional de Gaia.

Depois de 10 dias de mágicos e intensos trabalhos, já estávamos prontos para realizar uma cerimônia muito especial no santuário de Machu Picchu durante o equinócio do dia 23.

Confesso que não sabia o que seria feito nesta cerimônia. A única informação que estava confirmada pelos guardiões da viagem era que precisava-mos estar em Machu Picchu os membros do grupo, o xamã Juan Carlos, eu e a pedra recebida. Somente o dia 22 obtive as orientações exatas do que deveria ser feito e o autêntico motivo da viagem.

A expansão de consciência que experimente através da Mãe Ayahuasca me ajudou, na noite do dia 22, a compreender uma das missões e compromissos que tinha firmado com Gaia quando recebi a pedra de Machu Picchu.

Por pouco menos de três anos fui o portador de uma pedra sagrada, facilitando que diferentes códigos de luz fossem ancorados e espalhados pelos cinco continentes, enquanto entrava em contato com os locais sagrados e as culturas ancestrais em mais de 20 países.

Me chocava o fato de que, apesar da carga emocional que o povo peruano vivia em relação aos espanhóis, tivesse sido um espanhol o escolhido por Gaia para cumprir essa missão. Mas depois compreendi que não poderia ter sido de outro jeito.

Durante a expansão de consciência me foi mostrada a importância de ter conectado aquela pedra com a memória e sabedoria ancestral dos cinco continentes bem como a relevância de devolver aos povos indígenas a dignidade roubada pelo “homem civilizado” de outros tempos.

Foi assim que, em 23 de setembro, após superar várias dificuldades que pretendiam atrapalhar a cerimônia, conseguimos encontrar o local exato e -amparados pelos ancestrais e Apus de Machu Picchu e pelas presenças da Mestra Ascensionada Rowena e Maria Madalena, enchendo de amor incondicional a cerimônia- aconteceu um ato de humildade e reconciliação.

A pedra encontrada em Machu Picchu por um espanhol o dia 1 de novembro de 2012 foi entregue para o representante dos ancestrais daquela terra através do xamã Juan Carlos. Ele foi o escolhido pelos avós inkas que me fizeram entender isso quando nos aproximaram no dia 1 de novembro de 2014, exatamente dois anos após ter recebido a pedra. As sincronicidades falam tudo!

Entrega Pedra de Machu Picchu - Conrado López - Juan Carlos

Sinto com todo meu coração que através deste simple ato de humildade e humanidade, foram plantadas as sementes que se nutrirão com as energias do equinócio e os eclipses de setembro, facilitando o cumplimento de nossa missão, pois pelo perdão e a reconciliação podemos conseguir a perfeita reconexão com o Coração, e isso também inclui Gaia. Não foi a toa que a cerimônia aconteceu em Machu Picchu, um dos locais sagrados do Planeta onde o ser humano pode sentir e experimentar a energia amorosa do Coração de Gaia.

Tenho que reconhecer que pessoalmente, esta experiência foi um grande aprendizado. Pelos anos em que esteve comigo, a pedra significava muito para mim: era meu talismã, a confirmação de que estava conectado com Gaia e com o Criador. Tinha mais valor do que qualquer bem material e, de repente me falam que preciso entregá-la para outra pessoa.Você já pensou o que isso significa?

É interessante observar o apego pois isso nos ajuda a ver que tipo de pensamentos e atitudes chegam a condicionar nossos atos. Passei o dia anterior ao equinócio especulando sobre qual seria a minha escolha e quase sempre terminava escolhendo a melhor opção, que ajuda ao Bem Maior do coletivo.

De nada adianta eu ser bem sucedido, ter conforto e felicidade enquanto a Terra está em desequilíbrio e carente. Todos nós, seres humanos, mais cedo ou mais tarde deixaremos o planeta e a única coisa que realmente importa é o bem do próprio Planeta e da humanidade que nela habita. Por isso foi simples entender que precisava me desprender de um dos bens mais preciosos e entregá-lo a outro ser humano para que esse ato simples e sagrado fizesse a grande diferença para todos.

O Planeta está mudando e todos nós estamos intervindo nessas mudanças. Cada atitude, pensamento e/ou palavra faz uma grande diferença, você sabe disso!

Na cerimônia de Machu Picchu durante o equinócio de setembro, o grupo sentiu como às mágoas e feridas dentre conquistadores e indígenas foram transmutadas e substituídas por entendimento, aceitação, perdão e muito amor. Liberando as memórias das terras do Peru e possivelmente nos cinco continentes.

Seguindo com as sincronicidades da vida e do universo, eu tinha programado uma viagem a Israel com a família Kryon e o dia 27 de setembro saí de São Paulo rumo a Tel Aviv. O avião fez escala e pousou no aeroporto de Madri no mesmo instante em que o eclipse total de lua estava acontecendo no céu do território espanhol. Mais uma confirmação que o trabalho de limpeza de memórias, perdão e reconciliação começado em Peru foi integrado e finalizado na Espanha com o fechamento do ciclo energético dos dois eclipses.

Aeroporto Madrid Eclipse Lua

Acabo de chegar a Jerusalem e reconheço que me sinto como um menino, preenchido com a energia da Mãe Divina e confiante de um reencontro profundo com o Pai.

Gratidão a Gaia e ao Criador por ter me escolhido para essa missão.

Gratidão a Gaia por sentir-me amparado e acolhido pela sua presença a cada momento.

Gratidão a Juan Carlos por mostrar-me a humildade e simplicidade da alma indígena encarnada num corpo humano conectado e enraizado na Terra.

Gratidão ao grupo que aceitou o convite e fez possível essa reconciliação com o Perdão e o Amor Incondicional.

Gratidão a mim mesmo, por me surpreender a cada dia com a nobreza da minha Alma.

Gratidão a Wirachoca, por guiar nossos passos e reconhecer o Inka que cada um de nós é.

Gratidão pelas novas missões que estão chegando…

Com total humildade, sinceridade e honra eu me abro e entrego ao Plano Divino e aceito tudo o que seja sempre para o Bem Maior.

Conrado López

Transformando-nos em Frequência de Luz 7-7-7

Corazon dorado

Mensagem do Amado Sananda

Canalizada por Elsa Farrus

Em 28 de junho de 2014

  

 A frequência de luz é uma faixa de vibração que permanece em equilíbrio, que é coerente e constante, formando por si só uma grande força eletromagnética que está disponível para realizar uma série de experiências e competências.

 Antigamente, quando um ser aumentava sua vibração através de um processo pessoal, ele podia a partir dessa vibração acessar as diferentes frequências de luz ou planos dimensionais por um tempo e trazer para a sua realidade uma informação concreta.

 Isso todos vocês fazem quando meditam, quando canalizam, com os registros akáshicos, símbolos, etc., ou seja, quando se conectam com uma dimensão, que em si mesma é uma frequência de luz, a partir do lugar onde estão posicionados. 

Multidimensionalidade   

Bem, eis que este portal 7-7-7 é a consolidação de Gaia com sua frequência de luz original, com seu ser com o plano de consciência original.

 Por isso, sua vibração, sua suposta quinta dimensão e outras não serão pontuais.

 Já é a união de seu corpo físico na Terra com seu ser de luz, Cristal Gaia Maia.

 Esta união sempre esteve visível para aqueles que conservavam sua vibração original.

 Só que agora esta união será tangível, tocável, experimentável no físico, em nós, pois já não é uma união espiritual, e sim o começo da consolidação da sua própria frequência.

  Vibrando desde o coração

 

Chamaríamos de frequência de ressonância aquela frequência característica de um corpo ou um sistema que alcança o grau máximo de oscilação.

Todo corpo ou sistema tem uma ou várias frequências características.

Quando um sistema é excitado para uma de suas frequências características, sua vibração é a máxima possível.

O aumento de vibração se produz porque o sistema entra em ressonância a estas frequências.

(Esclarecimento da física)

 

Se um circuito elétrico de nossas casas funciona é porque há uma entrada e uma saída da corrente.

Se não fosse assim, o sistema se bloquearia e incendiaria por sobrecarga.

Todos nós já exploramos alguma vez um eletrodoméstico.

(Esclarecimento e exemplo meu, conversando com Sananda)

 Por isso agora nesse primeiro portal que começa sete dias antes nos alinhamos de verdade com nossa frequência de vida, ou seja, o primeiro 7-7-7 irá nos permitir identificar como estamos no plano físico.

 Alinhamo-nos ao nível de prana, a união céu e terra.

 Nosso caminho de entrada e saída de energia num fluxo constante entre o universo pela coroa que enraíza à terra através de nós e desde o núcleo de Gaia que sobe e nos expande ao universo, desde o chakra estrela de Gaia ao infinito.

 É isso que experimentaremos no 7-7-2014.

 A energia a integrar deverá poder passar por nosso prana.

 Por isso é tão sumamente importante poder ter a alma expandida e os chakras para entre, flua, nos amplifique, se distribua, renove e possa continuar seu caminho para a terra através de nós.

 E assim a terra nos banhe com suas frequências amplificadas para nós nos consolidarmos.

 

 

No segundo 7-7-7-, ou seja, uma semana depois, essa união céu terra entrará em ressonância natural com a frequência de Cristal Gaia Maia.

 Falamos de 16 de julho de 2014, que somando dá 7-7-7.

 (Quando sintonizamos uma rádio, vamos ajustando o circuito interno do rádio até encontrar uma frequência natural que entra em ressonância com a emissora que está emitindo na atmosfera um sinal contínuo. Ao encontrar-se o sinal da emissora, com nosso sinal de busca, ambos se amplificam e deixamos de ouvir ruídos para escutar a música desejada – explicação minha).

 Este processo já faz tempo que está ocorrendo em vocês.

 Vocês estão recebendo sintonizações, pacotes de luz, códigos, meditações, um sem fim de energia entrante que, por meditação, sonhos, sensações, os tem preparado durante anos, e agora essas sintonizações que vocês portam no campo eletromagnético, ou seja, esse famoso despertar como chamam e que portam na aura, se alinharão com o corpo físico de maneira consciente e com a emissão de Gaia em sua frequência original.

 Esqueçam as dimensões, todas as dimensões são uma, cada dimensão é uma experimentação.

Em todas elas há um caminho de crescimento.

 O que o segundo portal 7-7-7 vai-lhes trazer é a grande possibilidade de amplificar sua frequência, completa, mais adaptada à banda de energia original de Gaia, recordando vocês de quem vocês são a nível universal e todas as ferramentas que vocês dispõem para viver e sentir-se aqui em Gaia como seres completos.

 Ou seja, vocês também irão se alinhar com o seu ser crístico ou cristalino que durante um tempo estava separado fisicamente pela densidade, mas não desconectado.

 Essa união sempre permaneceu e agora depois desse tempo já pode se fundir com o corpo físico mais denso, a carne e osso, em vez de estar unido com seu campo astral.

 Muitos já fazem isso faz tempo, outros já sentem, outros começam agora, mas o que se abre neste 7-7-7 é a consolidação de tal projeto, a consolidação da unidade interna no dia a dia que permitirá a comunicação com todos os planos, ou seja, com todas as frequências universais, tal como o aparelho de rádio quando se procura no dial.

 Esse processo será gradual e de acordo com a vontade de cada ser de ser e estar em sua autêntica frequência de vida com o que isso envolve, ou seja, com coerência.

 E o terceiro 7-7-7 é a consolidação da integração de vocês a essa banda de energia como Cristal Gaia Maia está fazendo.

 É sustentar a frequência de luz em nós, desde nosso ser interno já consolidado com um compromisso fiel de irradiar harmonia em nosso dia a dia aconteça o que acontecer ao nosso redor, é ser unidade em pleno fim da separação, ainda que tudo esteja agitado com as entradas de energia.

 Sentiremos a separação em parte de não entrar nesse ruído e ao mesmo tempo irradiar energia, amor ou decreto que estabilizem a energia que se mostra tão agitada em alguns pontos da terra, até o solstício de inverno (verão no hemisfério sul) e alguns anos, que todo o sistema tenha se consolidado em um só circuito na autêntica unidade que nasce da união de cada ser vivo com seu ser de luz e com a ressonância a outros seres, e por sua vez, com a frequência unificada terra universo.

 Para tudo isso não há tempo, pois o tempo é esférico, somente há coordenadas de entrada maior de energia como estes três portais 7-7-7, em que o coração interno não pode deixar de se alinhar e mostrar o que não está certo, o que não é, o que nos afasta de nossa frequência pessoal.

 Mas a escolha é própria.

 Se vocês são capazes de sustentar as energias em seus corpos, em seu interior, estarão sustentando a energia em seu ambiente e como consequência, amplificando a ressonância na Mãe Terra, ou seja, por mais caos ou calor que haja em um ponto da Mãe Terra, se há uma rede de luz em vocês que invisivelmente os une uns aos outros, vocês serão uma referência para todos os que ainda não sabem que eles também são harmonia.

 Ser multidimensional

  

Neste terceiro portal 7-7-7 a Terra nos convida para participar de sua frequência de luz com a nossa própria vibração porque de nosso ser em harmonia se nutrem todos os campos de energia, todos os planos de consciência e todas as dimensões.

 Este “verão” (inverno no hemisfério sul) nos convidará a sustentar a luz frente às “maldades” sem entrarmos em julgamento, nem em crítica, nem em raiva.

 Simplesmente estar solitário, não em solidão, ser fonte de luz frente ao ruído ou ser bastante coerente como para pôr limite à distorção ou maldade e encerrar etapas e caminhos.

 Perguntei o que era pôr limite à maldade, fora do óbvio, claro… ele me disse: ser capaz de verbalizar o que não é harmônico, ser capaz de dizer “seus gritos me prejudicam, eu não mereço” – isso é pôr limite, é fazer refletir, mas não é educar um ser para viver de outra maneira que não deseja viver. Se ele ama gritar, nos afastamos, se tomar consciência ele deixa de gritar e nós permanecemos e surgirá uma nova forma, se era somente dor mal expressada, então esse ser verbalizará sua verdade, sua emoção, que oculta, se manifestava em forma de grito, ou seja, não modificar as pessoas, mas sim dizer como nos sentimos perante certos atos, sistemas e locais, para abrir a consciência.

  rejilla cristalina

  O terceiro portal 7-7-7, ou seja, o dia 25 de julho de 2014, abre a consciência de compromisso com todos os seres de Gaia e todos os seres planetários universais de ser fiel e coerente em vibração pessoal para somar sabedoria e luz à medida que é recuperada e integrada ao fluxo eletromagnético da Mãe Gaia.

 Então é quando essa UNIDADE começará a se consolidar, que a todos faz falta, e removerá esse peso de solidão ancestral que muitos sentem, sobretudo nesta encarnação, essa solidão de estar afastado de si mesmo por tantos éons… e que por fim se consolida a união em unidade.

 Por isso, agora é o tempo real de consolidar a unidade em vocês, de não alcançar a vibração e sim de ser vibração de consciência sempre para ser uma frequência de luz, para compartilhar em todos os seus campos e em todos os seus atos, deixar de subir a vibração para ser e integrar a vibração que já são todos os seres universais e que vocês haviam esquecido.

Coração  

 É agora a maior transformação, é individual e é a partir do coração.

 Permitam-se mudar.

 Um abraço,

Mestre Sananda. 

Fonte: http://ascensionalquimicageometrica.blogspot.com.es/ 

Elevando a frequência de Gaia

Elevando a Frequência de Gaia

Possivelmente um dos maiores serviços que todo Ser Humano pode realizar enquanto habita o Planeta Terra é cooperar conscientemente na transmutação e elevação da frequência do Planeta.

A inconsciência que temos experimentado durante os últimos séculos, tem causado desequilíbrio e confusão no campo eletromagnético do Planeta.

O medo a morrer e a cultura do materialismo, deu como resultado que o número de seres desencarnados que continuam apegados e presos ao plano da matéria seja muito elevado, convertendo-se num lastre energético para os seres que estamos encarnados e para o próprio Planeta Terra, pois estamos imersos num processo evolutivo de ascensão, elevando nossa frequência para a 5ª dimensão.

A Consciência Coletiva que tanto condiciona a vida no Planeta, é influenciada por esta sobrecarga de seres doentios extra-físicos e pelo condicionamento social e cultural que vive o homem do século XXI.

Você pode pensar que isso não tem a ver com você, que a sua vida está bem e que não quer mexer com essas coisas.

Possivelmente você tenha vontade de ajudar mas o medo a que possa ser agredido pelo mal, faz que você tire isso rapidamente da sua cabeça.

Ou simplesmente o desconhecimento de como poder ajudar fez que até agora deixa-se as coisas como estão.

Tudo isso não deixam de ser os condicionamentos da Consciência Coletiva e dos planos densos que bombardeiam seu campo aúrico.

A crença de que você pode ser agredido é uma das maiores mentiras que nos fizeram acreditar.

Sim eu sei, existem muitos casos registrados e todo o mundo ouviu falar de histórias esquisitas, mas pouca gente fala do pavor e o medo que aquela pessoa tinha a que acontecesse uma situação desse tipo.

Quando você permite, as coisas acontecem. Quando você acredita que pode acontecer, você está tirando a força do seu próprio Ser.

Kryon sempre da o exemplo da escuridão e da luz.

Quando você está num quarto escuro e acende uma luz, o que acontece? Que a escuridão desaparece deixando que a luz preencha o espaço.

Temos que lembrar-nos que somos Luz, luz divina e graças ao livre arbítrio, nada nem ninguém pode interferir em nosso caminho sem nosso consentimento.

Quantas vezes você ouviu falar dos “Trabalhadores da Luz”?

É familiar para você essa palavra?

Qual você acha que é a função desses trabalhadores?

Possivelmente você esteja encarnado no Planeta Terra para fazer precisamente isto, ajudar a transmutar e equilibrar a frequência planetária.

Como?

Visualizando que através da sua respiração, você está transmutando as energias densas e abençoando a todos os seres que estão criando ou experimentando essas energias.

Lembre-se da frase de Jesus: “Pai, perdoa esta gente! Eles não sabem o que estão fazendo” (Mateus 27.32-44; Marcos 15.21-32; João 19.17-27)

Pode ficar bem tranquilo que não tem nada que temer, sua equipe de amparadores está guiando e assessorando você em todo momento.

*************

Com o tempo você sentirá que o serviço aos outros é um dos caminhos mais mágicos e sagrados para a autentica felicidade e alegria de viver, pois como falava São Francisco de Assis, é doando que se recebe e essa é uma sabia afirmação.

Conrado López Díaz