Viagens Sagradas: Lago Titicaca e Tiwanacu SET 2016

Screen Shot 2016-05-04 at 11.39.27 AM.png

UM CONVITE PARA UMA AVENTURA MUITO ESPECIAL.

No ano 2013 tive o chamado de passar os equinócios de março e setembro na Ilha da Páscoa e em Tiwanacu respectivamente e agora em 2016, exatamente 3 anos depois, estou fazendo as mesmas viagens, mas desta vez estou indo com grupos.

O passado mês de março um maravilhoso grupo formado por 13 membros estivemos na Ilha de Páscoa para receber os códigos de luz do equinócio e aconteceram mágicas experiências e curas, tanto a modo pessoal como planetária.

1474658_10207646618296341_6926840982161917805_n

O GRUPO DOS 13 • Equinócio de março • Ilha da Páscoa

 

Agora, seguindo as orientações dos maiores, estamos formando o grupo para a segunda etapa, o Lago Titicaca e Tiwanacu.

Começaremos nossa aventura na cidade de Puno, à noite, na vera do Lago Titicaca realizando uma cerimônia de conexão com os ancestrais desta mágica terra e com as famílias estelares que custodiam o portal multidimensional ancorado neste local.

Durante uma sessão particular com o fundador do Grupo de Quarenta, David Miller, recebi orientações específicas do Juliano de Arcturus, falando da importância deste lago sagrado, do trabalho de reativação energética nos locais sagrados que está sendo feita através das diferentes viagens que estamos realizando e em especial falou que os participantes desta viagem teremos a possibilidade de viajar ao HiperEspaço através do portal multidimensional do Lago Titicaca.

Por si fosse pouco, Juliano falou que teremos uma nave arcturiana sobre o lago aguardando por nós e que o próprio Juliano estará conosco dando assistência para nossa missão.

São muitas as informações que estamos recebendo e somente posso dizer que vai ser uma viagem muito especial para todos.

Caso você sinta o chamado de participar, não demore muito tempo em confirmar a sua vaga.

Sinto que seremos um grupo de pessoas escolhidas e prontas para receber muitos presentes!

Gratidão

Conrado López

Mais informações:

https://projetoadamkadmon.wordpress.com/rota-sagrada-lago-titicaca-e-tiwanacu-setembro-2016/

Screen Shot 2016-05-02 at 3.42.22 PM

Anúncios

Equinócio na Ilha de Páscoa: PAZ e UNIDADE

1474658_10207646618296341_6926840982161917805_n

O GRUPO DOS 13 • Ilha de Páscoa • Equinócio MARÇO 2016

Desejo começar agradecendo a todas as pessoas que ainda com vontade de participar desta viagem, não puderam viajar conosco. Assim que começamos a divulgação, em poucas semanas o grupo já tinha fechado com 13 pessoas e realmente não poderia ter sido com outro número diferente de participantes.

Como acostumo falar com a gente, eu sou o primeiro surpreendido nestas viagens pois as informações são limitadas até que o grupo é formado e estamos todos juntos no local a ser visitado.

Neste caso, nossa aventura começou o dia 16 de março na Ilha de Páscoa, um local com um legado importante para a humanidade, tanto ancestral, por ser as Montanhas Sagradas da LeMuria, como moderna, por oferecer-nos o relato de uma sociedade que sabe viver em harmonia e em equilíbrio com a Natureza, onde não existe pobreza e a comunidade toma conta dos mais necessitados. Uma sociedade que soube aprender dos erros de um passado onde a inconsciência e as lutas de poder, esgotaram os recursos naturais da ilha, chegando a praticar o canibalismo por quase 200 anos.

Durante as diferentes meditações e cerimônias que foram feitas nos primeiros dias, o grupo foi tomando consciência de que estávamos em aquela ilha para alguma coisa mais importante que para nosso bem pessoal. As orientações e informações recebidas pelos participantes nos mostravam muita cura e transmutação planetária, como se o planeta  Terra se estivesse preparando  para ancorar os novos códigos de Luz que estariam entrando durante o equinócio.

Com a forte presença de Jesus o Cristo em cada trabalho, o grupo dos 13 fomos sintonizando e conectando  com os Elementais e os ancestros da LeMuria, com o Mestre Adama e os seres intraterrenos lemurianos, reativando o Programa Original da LeMuria na Consciência Coletiva Planetária, trabalhado com a família estelar Arcturiana e o Portal Estelar Arcturiano ancorado na Ilha, reprogramando e transformando as camadas densas do planeta com a energia de Saint Germain o dia 19 de março (dia de São José, outra encarnação do Mestre da transmutação) e recebendo em muitos dos trabalhos a confirmação de um arco-iris sustentando a nova energia de Gaia.

Sei que pode resultar fantasioso ler tudo isso, mas além da dificuldade de expresar com palavras o que pode acontecer numa viagem deste tipo, tenho que ser sincero e reconhecer que foram 5 dias bem aproveitados!

É como se Eles levassem tempo aguardando ao grupo para fazer tudo o que estava sendo feito. Nada como se disponibilizar e permitir que seja feito o que precise ser feito para o Bem Maior, para que tudo aconteça.

Quando organizei a viagem sentí a necessidade de ter um xamã ou nativo das tradições Rapa Nui com o grupo, mas as pessoas que contatei nem responderam aos e-mails e preferi entregar ao Universo… Assim pois a companhia de transportes contratada e o destino trouxe para nós um menino de 19 anos que resultou ser um guia nativo, reconheço que não era o tinha imaginado, mas ele guardava uma surpresa muito especial para todo o grupo.

Este guia chamado Hangarau Ote Ariki sentiu muita curiosidade pelo trabalho que estávamos fazendo e para surpresa do grupo, ele participou espontáneamente numa cerimônia que fizemos aos ancestros e intra-terrenos da ilha na gruta Ana O Rau Nui, onde a pessoa mais antiga e o mais novo (o guia) fizeram uma oferenda.

Reconheço que no momento pensei que ele estava participando em representação dos Rapa Nui, mas acontece que a história dele é muito especial e depois vou compartilhar com vocês.

Screen Shot 2016-03-26 at 7.18.59 PM

Gruta Ana O Rau Nui

O dia 20 de março foi um dia muito especial e agradecemos a todos os que se conectaram conosco em algum dos horários sugeridos: 10:33am, 15:13h e 22:33h (duas horas a menos na Ilha da Páscoa), pois tinhamos certeza que aconteceria alguma coisa destinada para o Planeta e quantas mais pessoas vibram em unidade, maior é a força da manifestação.

Assim pois, as 8:33 AM estávamos no Ahu Tongariki ancorando os códigos de luz no amanhecer do equinócio enquanto a energia da avó tartaruga, golfinhos e baleias junto com os ancestros da Ilha de Páscoa recalibravam e liberavam o Programa Original LeMuria, Equilíbrio, Unidade e Paz para a Consciência Coletiva Planetária.

Screen Shot 2016-03-26 at 6.53.14 PM

Ás 11:33h estávamos em Te Pito Kura, onde se encontra a pedra magnética chamada o “Umbigo do Mundo” e onde aconteceu uma recalibração energética e magnética dos Polos Planetários, reconectando Ele com os novos códigos de Luz que estavam sendo ancorados e manifestados através das grades Cristalinas e Cristica em conexão com a Grade da Consciência Coletiva.

12910443_10207713954899714_1136375719_n

Te Pito Kura “O Umbigo do Mundo”

As 13:13h estávamos no Pipi Horeko Matuá em conexão com a família Arcturiana e conectados com o Portal Estelar Arcturiano, ancorado num local estratégico da ilha como podem ver no seguinte mapa.

rapanui005

Pipi Horeko Matuá

Após os trabalhos do equinócio, todos os dias seguintes tivemos maravilhosos arco-iris no céu, celebrando e reconhecendo a nova frequência da Nova Terra que estava se manifestando diante de nós.

Achando que já estava quase tudo feito e com ainda 2 dias e meio disponíveis na ilha de Páscoa, continuamos nossa programação sendo surpreendidos com as sincronicidades da vida.

O dia 22 tinhamos previsto desfrutar de um merecido descanso na maravilhosa praia de Anakena, mas o destino tinha reservada uma surpresa. O nosso guia que durante toda a viagem falava que ele era o “rei da ilha” e na verdade toda a ilha conhecia ele o que é surpreendente para a curta idade do menino, me contou a sua história antes de chegar na praia.

Screen Shot 2016-03-26 at 11.03.35 PM.png

Praia de Anakena (Hangarau Ote Ariki em Rapa Nui)

A praia de Anakena é a praia onde de acordo com a tradição Rapa Nui desembarcou o primeiro rei Hotu Matu’a junto com a sua esposa gravida do primeiro rei Rapa Nui que nasceria naquela ilha. A lenda fala que a rainha teve o seu bebe nas águas da própria praia e quando o herdeiro nasceu, as aguas do océano se acalmaram, uma nuvem se pousou no alto de uma montanha próxima da praia e um arco-iris duplo se formou acima da nuvem.

Voltando com a história do nosso guia, acontece que ele é descendente direto da linhagem cortesana Rapa Nui por parte paterna, quando a mãe do nosso guia ficou gravida ela junto com seu pai e outros membros da família ficaram acampando durante 2 meses para ter o seu filho nas águas da mesma praia que na lenda, e de acordo com a história contada pelo nosso guia, quando ele nasceu, as águas do océano se acalmaram, uma nuvem se pousou numa montanha próxima da praia e um arco-iris duplo se formou acima da nuvem ao igual que na lenda. Desta vez os membros da comunidade Rapa Nui aguardavam na praia em completo silêncio o momento do parto para celebrar e honrar ao futuro rei da ilha. Para lembrar esse momento especial na vida de nosso guia, ele foi batizado com o nome de Hangarau Ote Ariki que é o nome da praia Anakena em Rapa Nui.

Nesse momento tudo fez mais sentido, pois entendimos por qué ele tinha participado da cerimônia com os ancestros e os seres intra-terrenos da ilha e o mais importante de tudo, estávamos ajudando a co-criar um Novo Mundo desde a ilha de Páscoa e agora era o momento de reconhecer e honrar ao futuro rei Rapa Nui, um moço alegre e inteligente que desde os 16 anos trabalha como guia turístico, conhecedor da Ilha e suas tradições, além de ser um esportista que com somente 19 anos já esteve competindo na Europa, Austrália, Brasil e vários outros locais.

Pelas sincronicidades da vida, o grupo dos 13 formado por 12 mulheres que sustentaram durante toda a viagem a energia gestadora feminina, fizemos uma cerimônia de coroação, reconhecendo a Hangarau Ote Ariki e às novas gerações que já estão habitando o Planeta, como os futuros reis desta Nova Terra. Um trabalho lindo e muito especial para todos nós.

12919019_10207715701383375_2114804232_n

O grupo dos 13 com o guia e futuro rei Rapa Nui Hanga Rau Ote Ariki

Para finalizar, o último dia na Ilha de Páscoa, o dia 23 de março fomos ver o amanhecer a Ahu Vinapu, o único local da ilha onde pode ser visto a céu aberto um dos três moais femininos existentes na ilha e mais uma sincronicidade desta viagem que juro que não tinha programado! Enquanto estávamos lá fazendo nossa cerimônia de fechamento da viagem honrando ao moai feminino, o Planeta todo esta recebendo as energias do eclipse lunar penumbral que estava acontecendo naquele exato momento.

2000px-Eclipse_lunar.svg

Eclipse Lunar

Nesse moai feminino que antigamente tinha duas cabeças (dualidade) foram ancoradas as energias da Lua e do Sol em perfeito alinhamento e equilíbrio. Foi um trabalho lindo onde sentimos que o Programa Dualidade estava sendo sustituido pela Unidade em todas às Grades do Planeta.

Reconheço que foi um dos momentos mais mágicos que tive nesta viagem ao sentirme UM junto com o grupo e o Planeta, sentindo-me a Terra mesma completamente ancorada e alinhada com o Sol e a Lua. Sentindo uma Unidade expansiva que tudo preenche.

Agradeço a todos os que aceitaram este chamado, tanto aos 12 membros que viajaram comigo, como a tod@s os que estavam presente energéticamente. Sei que todos somos UM e o que uns poucos fazem podem mudar o Todo. Convido a todos a seguir fazendo a sua parte, do jeito que cada um de nós saiba ou sinta que pode fazer. Confianza, Entrega e muita PAZ para todos.

Esta viagem foi uma viagem de PAZ, com humildes mensageiros da PAZ, irradiando PAZ para todo o Planeta, pois a PAZ une e na Unidade TODOS nos sentimos PLENOS. Independiente das raças, credos, cores, castas, ideologias… todos queremos o mesmo: VIVER EM PAZ.

Que a PAZ esteja sempre em VOCÊ pois assim estará também EM TODOS NÓS.

Gratidão infinita.

Conrado López

P.S. Compartilho com vocês o video de uma música que começou a soar no meu celular após finalizar a cerimônia de coroação das novas gerações com nosso rei guia. Essa música junta em poucas palavras a energia e a mensagem desta viagem.