A Liderança Multidimensional

MENSAGEM DOS ARCTURIANOS

ARCTURIANOS

Por Suzanne Lie PhD

Em 25 de agosto de 2014

Nossos queridos em ascensão,

Nós, os Arcturianos, percebemos que muitos de vocês estão com dificuldade com a memória tridimensional.

Nós percebemos que o estresse constante de um mundo sempre em mudança pode interferir com sua memória, mas todos vocês tiveram muito mais estresse no passado sem sua atual perda de memória de curto prazo.

Provavelmente vocês têm percebido que normalmente esquecem detalhes 3D sobre horas ou datas.

O que é o Pensamento Multidimensional?

Pode parecer a muitos de vocês, os em ascensão, que há uma sempre crescente quantidade de informação sobre sua vida cotidiana que parece indisponível ao seu pensamento diário.

Vocês estão experimentando esse desafio porque vocês estão no processo de carregar todo seu pensamento tri e tetradimensional no seu pensamento multidimensional.

O que é pensamento multidimensional?” – vocês perguntam.

Pensamento multidimensional é a capacidade de estar ciente de mais do que uma versão do seu EU Multidimensional enquanto vocês estão no processo de sua vida física diária.

Por exemplo, vocês podem estar sentados em sua mesa enquanto pagam suas contas, pensam sobre o que gostariam de comprar no mercado, lembram-se de que seu filho precisa cumprir certo compromisso em determinada hora, seu gramado precisa ser regado e, ah sim, vocês se esqueceram de ligar para seu amigo.

Todos esses pensamentos diferentes entram e saem de sua mente tão rapidamente que eles parecem praticamente ser um único pensamento.

Com o pensamento multidimensional, seus pensamentos não estão limitados apenas à sua vida física.

Vocês podem estar dando um passeio, pensando no sonho da noite anterior e observando as nuvens no céu e se perguntando se uma delas é uma nave disfarçada.

Sua mente então se lembra do “sonho” em que vocês estão num salão enorme com muitas pessoas desconhecidas ouvindo a algo ainda mais incomum sendo dito.

Então, um carro próximo freia ruidosamente e vocês pulam de volta para a sua realidade física.

Porque vocês estão acostumados que freadas altas é um aviso, vocês retornam para suas percepções físicas e esquecem totalmente do rápido momento de suas lembranças multidimensionais.

Sons físicos de advertência são muito comuns.

Mesmo quando as crianças estão quietas demais vocês sabem que devem verificar.

Então, sempre que vocês têm um som de advertência ou um silêncio de advertência, sua atenção deixa seu pensamento multidimensional para que vocês possam prestar atenção ao seu mundo físico.

Esse momento de pensamento multidimensional normalmente é esquecido porque algum nível de medo entrou em sua consciência.

Assim que sua consciência desce para “o apenas mundo físico”, seu breve encontro com o pensamento multidimensional é perdido.

Felizmente, assim que vocês incluem uma mensagem possível de seu Eu Superior, algo que ocorreu em sua meditação matutina, ou seu desejo de se lembrar de algo que vocês não podem “colocar seus dedos”, vocês gradualmente aceleram seu cérebro nas ondas cerebrais mais altas do seu pensamento multidimensional.

Desta maneira, vocês estão entrando e saindo do pensamento multidimensional.

Quando vocês estão quietos e em paz, sua consciência se expande para ondas cerebrais mais altas.

Aí seu pensamento multidimensional se reúne e vocês começam a ponderar seus mundos superiores.

Repentinamente uma advertência tridimensional entra em seu pensamento, tal como olhar o relógio para perceber que vocês precisam atender alguma atividade física e sua consciência cai de novo nas ondas cerebrais mais baixas de sua vida 3D.

Tornar normal seu Pensamento Multidimensional

Um grande componente do retorno à sua consciência totalmente multidimensional é tornar tão “normal” o pensamento multidimensional quanto seu pensamento 3D.

Por exemplo, se vocês rotineiramente observarem o céu em busca de uma nave espacial, anotarem seus sonhos quando acordam e/ou ouvirem a orientação interior de seu EU dimensionalmente superior, o pensamento multidimensional se torna tão comum quanto seu pensamento tridimensional.

Tal como seus ouvidos estão sintonizados para ouvir seus filhos chamarem, a requisição de seu chefe ou o som dos pássaros, seus ouvidos se sintonizam para o que vocês determinaram como “mensagens importantes” das dimensões superiores.

Infelizmente, seu cérebro e consciência tridimensionais têm uma limitação a quanta informação pode ser conscientemente reconhecida.

Enquanto vocês tratam de suas responsabilidades tridimensionais, vocês estão calibrados para primeiro receber a informação física e então deixam seu pensamento dimensionalmente superior para um tempo posterior.

Interessantemente, é somente quando vocês deixam o tempo que sua consciência expande para a sua consciência pentadimensional.

Assim que sua consciência expande para essa frequência, vocês podem “ler os arquivos” que vocês armazenaram em sua “mente multidimensional” invisível.

Tal como vocês somente podem ler sua Internet quando estão “online” com seu computador, vocês somente podem “ler” sua mente multidimensional quando estão “online” com seu pensamento multidimensional.

Assim que vocês estão conectados ao seu EU Multidimensional vocês podem se lembrar do que sua voz interior lhes disse.

Vocês também podem se lembrar das ondas de luz quase invisíveis que rapidamente passaram pelo canto de seu olho ou do sonho importante que realmente era uma realidade alternativa.

Se vocês leem o jornal toda manhã, vocês calibram suas percepções e pensamento à 3D.

Por outro lado, se vocês meditam toda manhã, anotam seus sonhos ou imaginam que seu EU Superior está perto de vocês, vocês calibram seu pensamento e percepções à quarta dimensão e acima.

Claro, vocês não precisam ler o jornal todos os dias para acompanhar as notícias, nem vocês precisam meditar todos os dias para acompanhar seu EU.

Mas, os hábitos que vocês estabelecem em sua vida determinam o que é “normal” e o que é “excepcional”.

Então, se vocês somente pensam no que está ocorrendo em sua vida física, é anormal pensar sobre seu eu interior.

Por outro lado, assim que vocês começam a prestar atenção aos seus sentimentos interiores, percepções fugazes e mensagens interiores de seu mundo multidimensional, as dimensões superiores se tornam normais.

Em outras palavras, “normal” é aquilo que vocês têm em sua mente numa base regular.

E, aquilo em que vocês pensam, vocês obtêm.

Então, se vocês pensam no que leram no jornal, nas tarefas que vocês têm para o dia, quais contas devem ser pagas e o que sua família ou trabalho necessita que vocês façam, vocês limitaram seu eu somente ao pensamento tridimensional.

Porque vocês estão usando um vaso terreno e vivem numa realidade tridimensional, o pensamento tridimensional é necessário.

Por outro lado, quando vocês também ponderam seus sonhos tetradimensionais e empreendimentos criativos, ouvem sua orientação interior e se lembram de conectar com suas expressões superiores do EU enquanto continuam com sua vida cotidiana, vocês estão pensando multidimensionalmente.

Estados de Consciência

O pensamento multidimensional não é limitado a ouvir ou ler palavras, pois ele é uma forma de “linguagem da luz”.

A linguagem da luz é transmitida e entendida através de emoções, imaginação, sensações táteis, sons e cores que repentinamente entram em sua consciência.

Por prestar atenção a essas “mensagens de luz” vocês expandem seu pensamento tridimensional para o pensamento multidimensional.

É importante se conscientizar de que:

Seu pensamento consciente dita seu estado de consciência.

Seu estado de consciência dita sua percepção consciente.

As percepções do que vocês conscientemente prestam atenção ditam sua visão de vida.

Da mesma maneira, suas emoções afetam seu estado de consciência.

Se vocês se sentem de “mau humor” vocês veem o que está errado com sua vida e sua consciência baixa para o pensamento tridimensional.

Quando vocês se sentem de “bom humor” vocês veem o que está certo na sua vida e sua consciência se expande para o pensamento multidimensional.

Um mau humor normalmente se dá porque o medo invadiu seu pensamento.

Por causa dessa frequência mais baixa de pensamento, vocês principalmente prestam atenção às áreas do “eu deveria” e “eu tenho que” de sua vida tridimensional.

Um bom humor normalmente se dá porque sua consciência foi capaz de se focalizar no amor, principalmente no amor incondicional.

Então seu pensamento fica calibrado a um estado mais alto de consciência em que vocês podem se lembrar de prestar atenção à sua conexão inata com seu EU Multidimensional.

Ondas Cerebrais

Suas ondas cerebrais determinam seu estado de consciência.

Seu estado de consciência determina seu pensamento.

Seu pensamento determina a frequência de suas percepções.

Seu EU Multidimensional está em constante conexão com todas as suas ondas cerebrais, estados de consciência, no AGORA do UM.

Entretanto, seu eu físico pode se tornar limitado a somente um estado de consciência em um “tempo”.

Suas ondas cerebrais BETA estão alinhadas com as percepções de seu estado de consciência, pensamento e percepções tridimensionais.

Suas ondas cerebrais ALFA estão alinhadas com seu estado de consciência tetradimensional, seu pensamento criativo e percepções da sua vida tridimensional superior e tetradimensional.

Suas ondas cerebrais TETA estão alinhadas com seus estados de consciência tetradimensional superior e pentadimensional inferior, pensamento espiritual e xamânico, e o início das percepções conscientes e reconhecimento de suas expressões multidimensionais do EU.

Suas ondas cerebrais DELTA estão alinhadas com a consciência de seu EU Corpo de Luz pentadimensional e também pensamentos e percepções multidimensionais que ressoam so AGORA do UM.

Suas ondas cerebrais são como seus “músculos mentais”.

Quanto mais vocês os ativam, mais fortes eles ficam.

Se vocês não os usam, eles ficam mais fracos.

Em outras palavras, quando vocês conscientemente se sintonizam com uma onda cerebral mais alta e o estado de consciência resultante, um portal entre seu cérebro físico e sua Mente Multidimensional é aberto.

Toda vez que vocês viajam por este portal entre sua mente multidimensional e seu cérebro físico, o portal/via neural de torna crescentemente ativado.

Esta ativação é como a ativação de novas vias neurais que são criadas quando vocês aprendem uma tarefa nova.

Sempre que vocês se engajam nessa tarefa, ou estado de consciência, a via neural, portal, se expande de uma “pequena estrada de terra” para uma “rua larga” até se tornar uma “rodovia”.

Então, quanto mais vocês ativam conscientemente um estado mais alto de consciência, mais vocês integram essas ondas cerebrais em sua vida diária.

Inversamente, quando vocês escolhem não se sintonizar com suas ondas cerebrais mais altas, é mais difícil integrar esses estados mais altos de consciência em sua vida diária.

Então, vocês pensarão, perceberão e viverão no mundo físico com pouca consciência de seu EU Multidimensional inato.

Ondas cerebrais e estados de consciência diferentes também determinam o que vocês emocionalmente sentem sobre sua vida e também como vocês emocionalmente interagem, reagem e/ou respondem à sua vida diária.

Ondas cerebrais BETA e estados de consciência são um chamado para o dever e frequentemente resultam em estresse, ansiedade e depressão.

Ondas cerebrais ALFA e estados de consciência são sentidos como criativo, divertido e mais alegre.

Ondas cerebrais TETA e estados de consciência são sentidos como profundamente reflexivo e espiritual.

Ondas cerebrais DELTA e estados de consciência são muito “transcendentes”.

Então é muito difícil acessá-los enquanto estão despertos para seu mundo físico.

Tal como suas ondas cerebrais e os estados de consciência resultantes afetam suas emoções, suas emoções afetam suas ondas cerebrais/estados de consciência.

O medo baixa imediatamente sua consciência para ondas cerebrais beta de suas tarefas, obrigações, perigos e responsabilidades tridimensionalmente imediatas.

A felicidade eleva sua consciência para a quarta dimensão em que sua criatividade é ativada.

A alegria expande sua consciência para seu desejo pentadimensional de se fundir com seu EU Multidimensional.

O amor incondicional é o bilhete para suas viagens interdimensionais.

A entrega, que é a liberação de todas as emoções reativas, os conecta com as inúmeras expressões de seu EU Multidimensional.

É através das sensações de alegria, amor incondicional e entrega que vocês começam a experienciar seu EU Multidimensional em sua vida diária.

Gradualmente vocês ouvirão a assistência constante que seu EU oferece em todo momento do AGORA.

No final vocês saberão que estão sendo orientados.

Quando vocês permitem esta orientação em sua vida diária, ela se torna cada vez mais consciente e vocês se conscientizam de que nunca estão sozinhos.

Então vocês SABEM que SEMPRE são orientados, instruídos, confortados e protegidos.

Vocês ficam cientes de que vocês podem fazer uma chamada por assistência para qualquer área de sua vida.

Entretanto, tal como vocês precisam ligar seu telefone ou o computador para obter informação, vocês precisam “ligar” sua consciência mais alta para receber mensagens dimensionalmente superiores.

É importante documentar essas mensagens de alguma maneira, pois pode ser difícil se lembrar delas quando vocês retornam à sua consciência 3D.

Com a prática vocês aprenderão/lembrarão de como canalizar suas mensagens superiores através da escrita ou através de sua própria voz.

Pela ação de canalizar seu EU Superior, sua perspectiva muda de “estar perdido nas mentiras e ilusões tridimensionais” para “flutuar por cima dos cuidados da vida cotidiana enquanto estão com sua expressão superior do EU”.

Então, o “VOCÊ” que ressoa à uma frequência mais alta pode confortar e orientar o “você” que está usando um vaso terreno durantes estes tempos desafiadores de ascensão pessoal e planetária.

Seu Eu Superior os ajudará a se lembrar de que:

Primeiro vocês ascendem sua consciência

Então vocês ascendem seus pensamentos e emoções

Isto permite vocês ascenderem suas ideias e ações

O que levará a mais percepções e experiências multidimensionais.

Nós sabemos que muitos de vocês ficaram imensamente desapontados pela Terra não ter se tornado de repente pentadimensional durante muitos momentos do tempo prognosticados.

Entretanto, a ascensão não está associada com o tempo.

A ascensão é a ação de deixar o tempo.

E também, se o planeta ascendesse repentinamente para a quinta dimensão em quaisquer das “datas” humanamente designadas, o planeta físico teria se tornado imediatamente inabitável para todas as formas tridimensionais e a grande maioria dos habitantes de Gaia seria destruída.

Gaia é a amorosa Mãe Terra.

Ao invés de “puxar o tapete de debaixo” de muitas de suas maravilhosas formas de vida que têm vivido sobre, dentro e acima de seu corpo planetário, ela decidiu continuar com o sofrimento que Ela enfrenta todos os dias nas mãos dos membros escuros da humanidade.

Portanto, quando vocês ficam impacientes e perguntam: “Quando nós finalmente ascenderemos?”, nós, as expressões superiores de seu próprio EU Multidimensional, respondemos: “O que vocês fizeram hoje pela ascensão planetária?”.

Nós temos visto que aqueles que se lembram de que se voluntariam para assumir um corpo terreno e assistir a querida Gaia com Sua ascensão NÃO perguntam: “Quando acontecerá?”, ao invés disso, eles perguntam: “O que Eu posso fazer para ajudar?”.

É esta pergunta que faz deles um Líder Multidimensional.

Nós somos AQUELES por quem estamos esperando!

Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

Anúncios

Kryon: “O DNA Revelado”

Esta canalização ao vivo foi dada em Melbourne, Austrália em 13 de março de 2010 

 

Para ajudar o leitor, esta mensagem foi re-canalizada [por Lee e Kryon] e complementada, para permitir um entendimento mais claro. Geralmente as canalizações ao vivo têm uma energia implícita que carrega um tipo de comunicação que o texto escrito não traz. Então aproveite esta mensagem melhorada, transmitida em Melbourne, Austrália, no dia 13 de março de 2010.

Saudações, queridos, eu sou Kryon do Serviço Magnético. Esta é uma reunião de família; pelo menos, é assim que eu a vejo. É uma reunião preciosa, pois se vocês realmente, verdadeiramente, compreendessem o que está acontecendo neste momento, acho que ficariam surpresos! Entretanto, ela parece tão linear: um homem senta-se no palco, a música toca e o Espírito se manifesta… e então há veneração, energia abençoada e respeito. É assim que vocês enxergam isto.

O que realmente está acontecendo é muito maior, pois neste dia há um consentimento, uma permissão que vocês deram para a energia do outro lado do véu vir visitá-los. Isto não acontece se não houver pessoas em frente ao meu parceiro. Ele não pode fazer isto sozinho. Ele não pode, e nunca pôde, falar em voz alta com a voz de Kryon, a menos que vocês estejam aqui. Isto devia lhes indicar que existem alguns atributos neste processo que exigem um “dar e receber”. E realmente existem.

Da minha perspectiva, a comitiva entra e espera a permissão de vocês. Não é simplesmente um homem no palco. Não é necessariamente uma apresentação. É uma reunião. Pois, nas cadeiras à minha frente e lendo e ouvindo esta mensagem, estão pessoas que eu conheço pela eternidade. Todos vocês são eternos nos dois sentidos. Não existe um começo de vocês. Pensem nisto! Isto devia lhes mostrar a essência e o âmago do que está por dentro disso.

Neste momento, nestes instantes, nesta coisa resumida que vocês chamam de canalização, existe uma energia que lhes é oferecida. É informação em inglês, mas enquanto ela está sendo oferecida e a energia está aqui, a terceira linguagem está com todos vocês. Ela vai de cadeira em cadeira e pergunta ao seu ocupante: “Você se lembra?”

O Ser Humano não foi feito para se lembrar totalmente de quem é no outro lado do véu. Se nós lhes déssemos uma prova empírica de que esta canalização é verdadeira, não haveria teste nenhum. Além disto, a multidão seria muito maior, entendem? Se houvesse prova, todo mundo estaria aqui. Em vez disto, é necessário que cada indivíduo se volte para o seu próprio interior e peça por discernimento. “Será que tudo o que está sendo apresentado aqui é correto e verdadeiro ? Será que é exatamente como Kryon diz que é?” É deste discernimento que temos falado sempre e que está à disposição do Ser Humano.

Então, nestes momentos, realmente existe energia fluindo desta fenda que vocês permitiram que se abrisse no véu. Desta fenda jorra energia do lar. Nesta terceira linguagem, permitam, só por alguns instantes, que esta energia preencha seus corações. Se estiverem prestando atenção, ela os preencherá com a verdade de que vocês são mais do que pensam que são.

Está havendo um despertar por todo este planeta. Ele não faz grande alvoroço, pois não há campanhas publicitárias nem programas de televisão que o anunciam. Ele é lento. Desde 1987 ele vem crescendo e vocês podem senti-lo. A humanidade está mais consciente desta mudança agora do que nunca antes. Muitas pessoas ao redor de vocês estão começando a aceitar aquilo que vocês já aceitaram. Ah, pode ser que elas não acreditem no que vocês acreditam, mas estão vendo quem vocês são. Elas vêem cada um de vocês como um Ser Humano pacífico, sentado no meio daqueles que estão em confusão. Elas percebem como vocês lidam com a vida e com os outros à sua volta e como isto faz uma diferença. Existe um profeta dentro de cada um de vocês, e queremos falar sobre isto esta noite. Quando eu lhes contar qual será o tema desta noite, talvez não pareça que vamos falar sobre o profeta interior, mas vamos. O assunto é, mais uma vez, o DNA.

Assim gostaríamos de explicar algumas coisas e continuar o ensinamento que transmitimos há poucas semanas atrás, na parte de cima da Terra [hemisfério norte] e que agora trazemos para a parte de baixo [Austrália]. Isto, é lógico, se vocês olharem para a Terra de uma forma linear, popular. Pois quem pode dizer o que é em cima e o que é embaixo? Não poderia ser direita e esquerda? [Kryon sorri]

O ENSINAMENTO SOBRE O DNA CONTINUA…

DNA – As próprias letras soam com a complexidade e a química da ciência biológica. Na verdade, há muito mais no DNA do que aquilo que a ciência enxerga, e é pouco provável que a ciência algum dia veja o que estou prestes a lhes contar. Existem componentes e atributos do seu DNA que são simplesmente invisíveis na terceira dimensão. Já lhes falei, em outra ocasião, que o que está faltando neste momento nos empreendimentos científicos, e que literalmente mudaria tudo, é um instrumento que pudesse medir o campo interdimensional. Uma vez que esse instrumento seja desenvolvido – e ele será – vocês terão o que há de mais próximo da prova de tudo o que nós falamos. Porque, no momento em que esse instrumento for utilizado em várias coisas do planeta, inclusive na biologia Humana, haverá revelações na ciência, em todo lugar. A energia que é invisível aparecerá ou, pelo menos, mostrará sua sombra. Então, aquilo que hoje é apenas conjetura passará a ser real.

A interdimensionalidade está presente hoje de inúmeras formas. A gravidade é uma força interdimensional. O magnetismo é uma força interdimensional. Até a luz tem componentes de interdimensionalidade… todos invisíveis e inexplicáveis para vocês, no momento. Mas, assim como tantas outras coisas, vocês os utilizam todos os dias, e seus corpos também fazem parte deles.

Deixem-me explicar-lhes algumas coisas, a fim de ampliar o que já lhes transmiti. Para isto, vou precisar fazer uma revisão. Recapitularei resumidamente o que lhes transmiti antes, para poder esclarecê-lo melhor e falar sobre coisas que vocês ainda não ouviram.

A REVISÃO

Para vocês e para a ciência, a própria premissa do DNA é bioquímica. Isto é, o que vocês têm no corpo, aquilo que vocês acreditam que seja responsável pelo projeto da sua vida, é totalmente explicável pela ciência através de processos químicos e biológicos. Mas existem atributos no DNA que eu gostaria de discutir novamente. Existem atributos espirituais interdimensionais no DNA que são quânticos. Na verdade, a maior parte da química que vocês podem ver no Genoma Humano está em estado quântico. Embora, neste momento, a sua ciência não consiga medir um estado quântico e nem o campo à sua volta, existem evidências disto no quebracabeça do Genoma Humano.

Nós lhes dissemos que o DNA no corpo de vocês carrega consigo uma tremenda quantidade de informação e energia que não são vistas. Falamos do DNA como uma entidade, não como uma hélice dupla química. Isto quer dizer que, em cada um de vocês, todas as 100 trilhões de laçadas de DNA trabalham juntas como uma só energia que se chama “o seu DNA”. Este grupo é único. E tem que ser, porque é, absolutamente, cem por cento, você. Devido à “quanticidade” do DNA, ele pode conter uma grande parte da sua espiritualidade. Isto será definido na publicação na qual meu parceiro está trabalhando agora [Livro Doze de Kryon]. O DNA contém não só o registro de tudo o que você já foi no planeta, mas também o seu relacionamento com Gaia. Ele contém tudo o que você já fez e a espiritualidade do que você aprendeu em cada encarnação. Esta informação está literalmente impressa nele.

Agora ouça. Através dos éons, nenhum Ser Humano perde qualquer revelação espiritual que ele teve em qualquer momento. Entende? Com intenção, qualquer Ser Humano pode despertar ao ponto em que seu DNA mantenha tudo o que ele aprendeu durante todas as suas vidas. Você desperta o próprio DNA com a sua intenção e a epifania de Deus no seu interior. Todas as coisas espirituais que você aprendeu virão voando de volta e serão suas novamente. Por que não haveria de ser assim? Você abriu as portas originalmente e agora elas lhe pertencem. Isto deve ser uma boa notícia para o indivíduo que fica se perguntando como será se ele voltar para a Terra. Terá que começar tudo de novo? Terá que passar outra vez por coisas que já passou nesta vida? A resposta é não. O livre-arbítrio permanece, e muitas encarnações podem passar sem nenhum tipo de busca espiritual, mas nesta mudança, muitos estão começando a “se lembrar” de quem são e do que sabem.

Na verdade alguns de vocês disseram que não escolhem voltar de novo, pois desta vez foi muito difícil. Alguns de vocês têm uma sensação intrínseca, inata, de que esta é a sua última vez na Terra. Mas eu lhes direi, queridos, que foi isso que vocês falaram da última vez! O que acontece é o seguinte: a primeira coisa que os mestres e almas velhas querem fazer quando chegam do outro lado do véu é voltar para cá… e esses são vocês! Muitos de vocês voltarão, e vão retomar do ponto onde pararam, não vão recomeçar. Isto está no DNA de vocês. É maravilhoso! A sabedoria das eras está impressa no DNA. Ela é quântica e, portanto, vastíssima. O cristal que está na Gruta da Criação armazena isto para vocês e ativa o seu DNA quando vocês retornam em um corpo Humano diferente.

Não é interessante que agora que a humanidade viu o Genoma Humano, ela perceba como ele é único? Não é interessante? O DNA é totalmente exclusivo. Não existe nenhum Ser Humano que tenha o DNA igual ao de outro; nem mesmo os gêmeos idênticos. Apenas uma fração dele é idêntica nos gêmeos (menos de 5%). Mas não as partes quânticas. Estas são absolutamente únicas para cada Ser Humano.

E tem mais. No DNA estão os atributos da parte de Deus que cada um de vocês é. A marca do seu Eu Superior está lá. O nome angélico pelo qual eu o chamo está lá. Esse nome não é um nome na linearidade, nem um nome falado no ar com vibração biológica. Em vez disso, é um nome que nós cantamos em luz e, quando falado, vibra com majestade. Esta é a verdade! Sinta-a! A marca de quem você realmente é está lá. Você carrega consigo peças e partes da linhagem de um outro planeta e de outras áreas do Universo. A energia daqueles que ajudaram a semear em vocês a porção espiritual da humanidade também está lá [pleiadianos]. É apropriado. É lindo. É amoroso. Tudo isso está no seu DNA. E para que esteja lá, tem que ser uma energia quântica.

Agora, falemos novamente sobre a biologia tridimensional. Quando o Projeto Genoma Humano terminou, todos os elementos químicos da hélice dupla tinham sido identificados. Naquela minúscula hélice dupla, três bilhões de partes químicas foram então conhecidas e identificadas. A molécula de DNA é tão pequena que precisa ser vista através de um microscópio eletrônico. É tão complexa que possui três bilhões de partes químicas. Assim teve início a tarefa de identificar o que essas partes faziam, e a ciência começou a estudar a enormidade do que estava ali. Os cientistas estavam realmente olhando para aquilo que cria mais de 23000 genes Humanos. Então procuraram as codificações, as codificações lineares da proteína, para que pudessem entender como essas coisas funcionavam.

A ciência tinha esperado muito tempo para ver “o plano em ação” e conseguiu vê-lo. Mas o choque veio com a constatação de que menos de cinco por cento do DNA criavam os genes. Na verdade, os cientistas enxergaram a linearidade e viram os códigos na porção de proteína codificada do DNA. Essa pequena porção criava os genes, mas o resto parecia ser aleatório, sem sentido e até caótico. Mais de 90 por cento do DNA pareciam ser confusos e inúteis.

Meu parceiro falou sobre isso hoje [na palestra], que o estado quântico parece ser caótico. Ele parece aleatório e confuso porque não existe nenhuma linearidade a ser descoberta numa verdadeira realidade quântica – absolutamente nenhuma! Uma das coisas que os impedem de ver um estado quântico é o paradigma de linearidade da sua realidade tridimensional. Assim, vocês realmente olham para aquilo que é quântico, mas o conceito do que ele pode ser é invisível para vocês. Este atributo de falta de propósito do DNA não podia ser tomado superficialmente, pois a ciência estava procurando por algo que era inexplicável. Imaginem, 90 por cento do DNA pareciam não fazer absolutamente nada! Os biólogos sabiam das coisas, mas simplesmente não tinham nenhuma explicação à mão.

VAMOS À NOVA INFORMAÇÃO

Então, vamos começar deste ponto, de modo a revelar algumas coisas que vocês precisam saber, muitas das quais acabarão sendo confirmadas. Quando forem, vocês se lembrarão onde a ouviram. [Kryon sorri]

O DNA é muito maior do que vocês pensam, e até mesmo a ciência de hoje está começando a reconhecer que 90 por cento do DNA, que aparentemente não têm sentido, podem não ser, em absoluto, uma linguagem ou código. Em vez disso, podem ser o que eles chamariam de “química influente”, algo que, de alguma forma, modifica ou configura os cinco por cento que constituem o motor do programa genético. A ironia aqui é que isto é exatamente o que acontece, mas não da forma que a ciência está enxergando.

Os 90% do DNA são um reflexo da sua espiritualidade. O Registro Akáshico, o Eu Superior, aquilo que vocês procuram e chamam de “portal para o outro lado”, está lá… em estado quântico, pois estas coisas de fato não se encontram nas substâncias químicas. Pensem em todas essas substâncias químicas juntas como uma ponte, uma espécie de duto, um portal ou pista quântica para tudo. Em vez de pensarem de uma forma linear que existe um compartimento ou uma caixa onde seu Eu Superior está, pensem num portal. Se pudessem ir lá e ver o estado quântico dele, vocês entrariam num duto que os leva a tudo que existe. Então entendam que esta ponte química tridimensional/quântica é um influenciador sagrado do genoma, e é muito grande, contendo a maioria das informações do projeto Humano de vida.

O DNA É MAIS DO QUE VOCÊS PENSAM

Agora, deixem-nos falar sobre o DNA de um modo que nunca nos ouviram falar antes. Desejamos que isto seja publicado e faça parte do material que meu parceiro está compilando. Nós o apresentamos quase por último na série de três anos de ensinamentos, no ano do três, para o Livro Doze de Kryon, um três na numerologia [12 = 1+2 = 3]. Temos então um 333, que representa a conclusão da informação neste ano. Está na hora de vocês conhecerem o resto da estória.

A ciência considera o cérebro como o centro da consciência, mas ele não é. O cérebro, o mais elevado grupo neurológico ordenado que a ciência pode ver, é preenchido por uma sinapse complexa e por isto os cientistas imaginam que ele deve ser responsável por aquilo que é chamado de consciência Humana. Mas não é. O cérebro é apenas o motor tridimensional que responde aos 90% de “quanticidade” do DNA. É o motor da sinapse e é infinitamente complicado. Mas é apenas o receptor de informações, para as quais cria sinais elétricos que agem conforme são instruídos e influenciados pelo DNA.

Cem trilhões de partes do DNA trabalhando juntas comunicam-se como uma só. Perceberam isto? A ciência não sabe como isto acontece e o elo de comunicação entre a cabeça e o dedão do pé do Ser Humano, de alguma forma, tem um propósito. Isto se refere ao seu cérebro? Não, mas a todo o DNA junto criando o Ser Humano. O DNA “sabe”. Todo ele trabalha junto. Isto não é uma coisa que se encontre nos livros de medicina, mas completa uma grande conexão que está faltando e para a qual a ciência não está dando nenhuma credibilidade. O DNA se comunica consigo mesmo! Ele tem uma “mente” e “sabe” o que está acontecendo em todas as partes do corpo de vocês.

A informação nova é que o DNA de cada um de vocês determina um “campo” ao seu redor, que é interdimensional. Esse campo é a sua consciência, não o seu cérebro. O que o seu cérebro faz está em sintonia com o DNA. Seu cérebro sonha… ou será que sonha? As sinapses estão lá para mostrá-lo. E no seu período de sono mais profundo, muitas coisas complexas vêm para fora. Essas coisas estão todas no seu DNA, e são fornecidas para o seu cérebro. Assim o DNA também fornece instruções e influência para a atividade onírica do seu cérebro. Estas coisas são difíceis de serem explicadas, já que não estamos falando de coisas lineares, mas daquelas que são quânticas.

Todos vocês sonham em estado quântico. É por isto que não há linearidade e as coisas nem sempre fazem sentido. Aqueles que já faleceram e os que ainda vivem estão todos juntos nos seus sonhos, entretanto eles olham uns para os outros. Os sonhos não fazem sentido porque não estão na realidade com que vocês estão acostumados. Eles são o seu DNA falando… são o Registro Akáshico se manifestando e tocando “as gravações” para o seu cérebro. A ciência não reconhece isto pois não pode ver o campo, mas o DNA é a consciência Humana e o cérebro é simplesmente o motor tridimensional da sinapse, que fornece a ponte para a realidade de vocês.

“Kryon, há evidências disto?” Oh, sim, muitas. Quando um Ser Humano tem um acidente e a medula espinal é completamente cortada, seu corpo fica inativo. É o que acontece com o paraplégico que não pode mais mover nada – nem um dedo da mão, nem do pé. Entretanto, o coração continua batendo, não continua? A digestão continua, não é? Os rins e outros órgãos funcionam, não funcionam? Até a atividade reprodutora é possível! Tudo continua funcionando, entretanto vocês aprenderam na escola que o cérebro envia sinais elétricos através da medula espinal e mantém seu coração batendo, não é? Bem, se a medula espinal estiver cortada, o que mantém o coração funcionando? Eu lhes direi – é o programa do DNA!

Quando o motor da sinapse se quebra, o DNA encontra outros caminhos e instrui o corpo para continuar com a força vital. É por isto que os órgãos continuam funcionando embora os músculos não o façam. Interessante, não é? Existe uma prova aí, se vocês observarem. Os cientistas acham isto curioso, não acham? Portanto, vocês poderiam dizer que seu DNA é, de fato, um cérebro esotérico, etérico, que contém coisas que seu cérebro normal não contém. E estariam certos. Existe toda espécie de atributos impressionantes no seu DNA, que estão aí para serem observados, e que a ciência atual nem sequer viu ainda.

O DNA “SABE”

O maior atributo que gostaríamos de discutir com vocês é o seguinte: este campo interdimensional do DNA tem conhecimento, isto é, ele é feito para prolongar a vida. Ele sabe quem vocês são. Ele contém a sua sacralidade, e é uma das maiores ferramentas que vocês possuem para a saúde, alegria e para abrir portas. Isto está no campo do DNA, não no cérebro. E nesta verdade há celebração, pois ela os libera de terem que criar o que vocês pensam que precisam.

Eu gostaria de dizer isto para cada um de vocês da seguinte maneira: se você vai usar esse campo como ferramenta, agora que sabe o que ele faz, você vai trabalhar com a estrutura celular para manifestar coisas. A experiência Humana normal é a de juntar conhecimentos sobre “como”: “Como eu me comunico? Qual é a melhor coisa para eu pedir? Como posso especificá-la, de modo que o DNA saiba o que estou pedindo? Devo ser de um certo jeito ou estar num lugar determinado? Tenho que seguir certos passos que abrirão a porta?”

Nada disso! Se você pudesse visitar a sua estrutura celular, o seu Akasha, a lição sagrada da sua vida, não acha que eles saberiam o que está acontecendo? E sabem, talvez até mais do que você! Tudo o que você precisa fazer é falar com a sua parte quântica e ela já saberá o que você precisa. Então estamos lhe pedindo para afrouxar a linearidade das listas que você entrega a Deus, pois, subitamente, estamos lhe dizendo que existe uma energia quântica que é o você sagrado que sabe o que você precisa.

Portanto, suas meditações e orações poderiam ser modificadas de modo a se tornarem mais sábias, já que você fala com a sua própria estrutura celular, com o seu próprio Eu Superior. Você poderia dizer, “Querido Espírito, querido DNA, examine a vida que eu tenho e dê-me as coisas que vão melhorá-la.” Não será esta a cura que você veio buscar aqui, querido? Você não acha que eu sei quem está aqui? Não será este o milagre que lhe dará alegria diante da tristeza em que você se encontra agora? Você não acha que eu sei quem está aqui e o que cada um passou nos últimos dias? Eu contei suas lágrimas quando elas caíram, e o campo do seu DNA também fez a mesma coisa! Você se sente tão só, sem entender que existe um cortejo ao seu redor, o tempo todo, e que eles adorariam tocar esse campo que é o seu DNA! Eles adorariam tocá-lo. Mas não farão isto a menos que você diga que eles podem.

Entendam isto: o DNA é mais do que química! É um campo e um portal. Estas coisas são os mecanismos do Espírito. Estamos começando a lhes dar informações avançadas. Houve aqueles que sabiam como isso funciona e lhe atribuíram geometria sagrada. Eles estavam certos e isto é correto. Mas é um campo.

A ASCENSÃO DE UM MESTRE

Deixem-me rever com vocês uma estória profunda, antiga e sábia. Nas Escrituras do mundo ocidental, existe uma estória de um mestre chamado Elias. Este foi o único Ser Humano na história que escolheu o momento da sua ascensão sem morte e conseguiu que ela fosse registrada por aquele que ficaria no seu lugar. Portanto, vocês podem encontrá-la nas escrituras daquele que a testemunhou. Quero revê-la, pois mesmo tendo acontecido há muitos anos atrás, ela é uma prova da existência do campo.

As Escrituras dizem que Elias entrou numa abertura, pedindo a Eliseu que registrasse o que ia acontecer. Elias era um mestre de grande sabedoria e conhecimento e hoje é o que podemos chamar de um Mestre Ascenso. E Eliseu o amava. Dentro da linearidade humana, existe um grupo inteiro de pessoas que espera a volta dele. Tenho algumas novidades para elas. Saiam da sua linearidade, porque ele já voltou há muito tempo! Pois a energia dos mestres faz parte da energia da grande mudança que está diante de vocês. Eles se fundem com a vibração deste planeta. Todos eles estão de volta, e é isso que vocês estão sentindo. Num estado quântico, eles estão no DNA de vocês. Não sentem isto? Existe muita expectativa em relação a coisas tridimensionais que nunca foram destinadas a ser tridimensionais. Muita informação é dada em termos metafóricos, para que vocês possam entender que talvez a própria profecia pudesse significar algumas coisas que estão fora da realidade linear.

Elias entrou na abertura, enquanto Eliseu o observava, mas não morreu. Em vez disso, reivindicou sua sacralidade. Ele realmente se foi, mas não sem alguns efeitos pirotécnicos, pois Eliseu sugeriu que Elias se transformou em uma carruagem de fogo, acompanhado por três entidades. Esta foi a melhor forma que Eliseu conseguiu ver e descrever a cena, dentro da sua linearidade. Ele descreveu o que lhe pareceu estar acontecendo e o que sentiu. Agora, dêem uma olhada nisto, e descobrirão que não eram necessariamente anjos do céu que desceram para levar Elias. Pelo contrário, algo aconteceu no chão e Elias transformou-se em luz e se foi.

Vou lhes contar o que aconteceu. O que Eliseu viu foi Elias energizando o campo do seu DNA! Este campo tem um nome, o nome que lhe foi dado no momento em que Elias estava viajando na sua carruagem de luz. O nome foi dado em hebraico: Merkabah. Há geometria sagrada conectada a ele, pois este campo interdimensional possui estrutura. Se pudessem vê-lo, veriam a estrutura do tetraedro duplo, e ela é belíssima! Não é apenas uma bola de luz. O nome Merkabah indica que algo viaja dentro dele, e é a carruagem da sua divindade. Todo Ser Humano possui isto que foi registrado por Eliseu ao observar o mestre ascendendo. Além disso, a carruagem continha três partes, que eram a reunião, da qual já falei no passado, das três partes que se separam de vocês quando vocês chegam na Terra, e que se juntam novamente quando vocês vão embora. Falarei mais sobre isto na próxima canalização. Isto é o que queremos compartilhar com vocês agora, porque é o que cada um de vocês tem – exatamente o que Elias tinha.

BIOLOGIA E INTENÇÃO

Vamos falar mais sobre biologia, porque agora ela fica um pouco mais complexa. Existe uma mistura entre o tridimensional e o quântico, a qual gostaríamos de lhes descrever agora. É uma coisa nova, pois a vibração deste planeta e da humanidade – especialmente daqueles que estão trabalhando com a luz – está criando um novo conjunto de ferramentas. Vocês vão começar a ver isto, e isto vai começar a ser visível através da análise da química tridimensional do DNA, mesmo no nível tridimensional.

Agora a ciência está observando o que ela chama de “marcadores” na proteína codificada do DNA, que cria os genes Humanos. Estes marcadores, conforme descritos pela ciência, são as peças que indicariam as predisposições – os atributos que poderiam enfraquecer determinadas células, de modo que mais tarde elas permitiriam certas doenças, como o câncer, por exemplo. Os cientistas estão começando a ver esses marcadores, talvez em certas famílias em que mães, filhas e netas têm o mesmo tipo de doença. Eles estão começando a ver os marcadores genéticos que criam a predisposição à fraqueza.

Falemos sobre os marcadores, pois esta é a primeira vez que estamos divulgando isto. Em primeiro lugar, a premissa: há anos temos falado que a intenção do Ser Humano de falar com sua estrutura celular tem poder. Esta intenção é a sua comunicação para o campo do DNA alterar alguma coisa na sua estrutura celular tridimensional. Você pode dizer que é a sua própria “voz” interdimensional’ dando instruções à parte quântica do seu DNA, as quais acabam resultando nas mudanças químicas reais que acontecem nos códigos do seu genoma tridimensional. Só que agora os resultados vão começar a ser vistos, e você pode começar pela retirada dos marcadores. E quando fizer isto, eles permanecerão ausentes. Isto quer dizer que uma coisa quântica que você faça hoje pode mudar a química do seu DNA produtor de gene, de um modo tão grandioso que ele NÃO será passado para os seus filhos. Você pode quebrar a corrente!

Abençoado é o Ser Humano que compreende que, ao purificar sua vida com a luz do Criador, ele afetará a biologia das partes de proteína codificada. Você pode apagar os marcadores. Esta é uma das primeiras vezes que a tridimensionalidade se funde com o quântico, de modo que um dia os cientistas observarão o mesmo Ser Humano depois de um certo tempo, sabendo que o DNA nunca muda… e, no entanto, constatarão que mudou! Ele é seu, é exclusivo e você o mudou! Não haverá nenhuma resposta para eles, mas os fatos tridimensionais lhes mostrarão que você eliminou o marcador.

A alegria e beleza disto estão no fato de que a linhagem das jovens que fizerem isto será mostrada, pois suas filhas não terão a doença, e nem as filhas das suas filhas. Esta é uma nova dádiva e ela reflete o poder dos tempos. Você realmente pode mudar aqueles que um dia serão seus filhos? Com certeza!

Sei o que você e os outros que estão sentados nestas cadeiras estão pensando: “Bem, é um pouco tarde, Kryon, pois eu já tive meus filhos. Então por que você se senta aqui e me diz estas coisas?” Vocês não estão entendendo até onde vai esta mensagem? Não estão entendendo a profundidade do que acontece quando almas velhas nos permitem oferecer esta informação para a Terra? Não entendem que a energia de vocês pode gerar um consentimento para virmos aqui e lhes oferecermos isto, de modo que cada jovem Trabalhador da Luz – seja mulher ou homem – ouça isto e saiba o que significa para ele? Vocês entendem que são os seus próprios ancestrais? Já lhes ocorreu isto? Vejo-os como a Historia sentada nestas cadeiras, a História do mundo todo! Era isto que eu queria lhes contar hoje.

Vocês não têm cada um um nome para mim. Eu nem sequer vejo o seu gênero. Vejo todos vocês num estado quântico e é por isto que é tão fundamental que nos deixem entrar e visitá-los deste modo. A mulher que se senta na cadeira à minha frente não tem idéia do guerreiro que ela foi, nem de como era grande quando era um homem. Entretanto ela carrega consigo o sentimento do guerreiro e sabe que é forte. Eu olho para aquele homem grande e musculoso e vejo a mãe lidando com todos aqueles filhos. E o homem sabe disso; ele pode senti-lo; ele é sensível e realmente pode sentir o amor de uma mãe. O que ele foi anteriormente? E como isso o afeta hoje?

Alma velha, essas coisas afetam-na hoje porque cada uma das suas encarnações lhe oferece camadas e camadas de sabedoria. Foi isto que a trouxe para esta cadeira hoje, ou para a leitura deste texto agora. Porque esta é a encarnação na qual você despertou e percebeu que existe mais, muito mais. Ela traz você para um lugar onde você pode perguntar: “O que posso fazer por mim mesma e pela Terra?”

Eu lhe direi o que você pode fazer. Você pode ser compassivo neste planeta. Pode andar por aí e mostrar a sua luz neste planeta. Pode mudar os marcadores do seu próprio DNA! Pense naqueles que estão ouvindo esta mensagem e o que isto pode significar para os seus filhos e os filhos dos seus filhos. Estas são as ferramentas das quais falamos há tanto tempo, e a prova virá através da realidade desta mensagem.

Tudo o que lhes contei hoje é correto e real, e será visto naturalmente a seu próprio modo. Mas eu queria que conhecessem a sacralidade que existe na estrutura que vocês pensavam que fosse baseada apenas na química. O DNA é muito maior e mais sagrado do que qualquer um jamais imaginou!

Então o que vocês vão fazer com esta informação? Por que não saem deste lugar diferentes do que entraram, sentindo-se um pouco mais capacitados? Talvez se sintam um pouco melhor sobre as possibilidades que estão diante de vocês. Talvez até saibam que o que aconteceu hoje aqui é real.

E assim é.

KRYON

O cérebro e a dualidade

Jill Bolte Taylor (nascida em 1959 em Louisville, Kentucky) é um cientista neuroanatomista do cérebro que se especializa na investigação pós-morte do cérebro humano. Ela é afiliada com a escola de Medicina da Universidade de Indiana e é o porta-voz nacional para o Harvard Brain Tissue Resource Center.

Sua experiência quando sofreu um AVC cerebral, em 1996 com 37 anos e sua posterior recuperação de oito anos, informou seu trabalho como cientista e alto-falante. Por este trabalho, em maio de 2008 foi nomeada pela Revista Time 2008 para a lista das 100 pessoas mais influentes no mundo. My Stroke of Insight recebeu o primeiro prêmio na categoria de “Livros para uma vida melhor” na categoria da ciência de New York City capítulo da sociedade nacional de esclerose múltipla em 23 de fevereiro de 2009 em Nova York City.

Deeksha e ciência: A iluminação através do corpo

O estado de iluminação é associado a mudanças na função cerebral em muitas tradições espirituais. Sri Bhagavan, o fundador da Fundação Era Dourada (Golden Age Foundation), expandiu este conhecimento tradicional sobre o papel do cérebro na transformação espiritual. A Deeksha ou a transmissão de energia, que está no coração de seus ensinamentos, é desenvolvida para trazer uma mudança permanente no estado real dos padrões neurobiológicos. Suas declarações sobre as mudanças induzidas no cérebro pela Deeksha, podem ser confirmadas pelos achados mais avançados na Física e na Neurociência.

A seguir, quero apresentar uma comparação entre algumas das declarações de Sri Bhagavan e meus próprios achados em estudos do cérebro através de meios da Física e da Neurofisiologia:

1. Sri Bhagavan descreve a desconexão de atividade nos lobos parietais como um evento essencial no processo de iluminação. Os lobos parietais abrigam o que alguns neurocientistas chamam de área de associação de orientação ou OAA (em inglês). A função do OAA é dar-nos orientação espacial. Você pode achar um dom amarrar os sapatos, passar por uma porta, mais isto só é possível a atividade neurológica na parte posterior dos lobos parietais. Danos cerebrais a esta área, faz com que a tarefa mais simples como pegar um copo d’agua, impossível -pois o cérebro danificado não percebe o espaço físico entre as mãos e o copo. A nível físico, a habilidade de perceber limites é essencial para nossa habilidade de realizar nossas tarefas. Entretanto, no cérebro humano, o OAA é cronicamente superativo. Isto estimula a conexão amígdala-hipocampo, o par de centralizadores cerebrais que são feitos para nos dar senso de significado e de percepção e de registrá-los como importantes. Se o OAA, que é projetado para criar a percepção de distinção é usado num nível esperado, é superutilizado, a conexão amígdala-hipocampo não terá outra escolha a não ser interpretar esta hiperatividade como assumir a separação da realidade no nível físico, como no caso mãos e copo d’água. A conclusão é que somos fundamental e existencialmente separados de tudo. O senso do “eu”, que o cérebro cria constantemente em reação à percepção do que é percebido como “outro” (a premissa básica da relação-objeto na psicologia departamental) é então dotado do senso de percepção do “eu” e qualquer outra coisa. A neurciência tem mostrado que em orações feitas em meditação profunda, o OAA, no lobo parietal é temporariamente bloqueado de “inputs” neurológicos. Isto pode resultar num estado temporário de consciência vastamente expandida, já que o senso de separação do “eu” não consegue encontrar os limites para sua expansão. Porém, esta experiência temporária depende de funções alteradas do cérebro, tais como a supressão neurológica do “input” do OAA, que seria impossível deixar de lado a consciência da unidade. Os ecos desta declaração de Sri Bhagavan, diz que a iluminação para ser atingida, não deve ser feita através de esforço do “eu”. As Deekshas, parecem induzir a um processo de transformação no lobo parietal, que permanentemente mudam sua função de um nível natural onde os limites naturais podem ser percebidos porém as atividades não naturais cessam. O sistema amígdala-hipocampo não teriam então razões para criar ou estimular o senso de existencialidade separado do “eu”.

2. Sri Bhagavan diz que a ativação do lobo frontal como uma necessidade neurológica é envolvida numa Realização em Deus. A experiência da iluminação, de não-separação, não necessariamente coincide com a experiência de ter-se a presença de Deus. Nos ensinamentos de Sri Bhagavan, mais do que a desativação da superatividade dos lobos parietais, é necessária para mover do estado de iluminação para o estado de Realização com Deus. Ele fala da ativação dos lobos frontais como uma necessidade de mudança neurológica para que Deus esteja vivo na consciência de uma pessoa. Os lobos frontais são associados à vontade do indivíduo. Muitas tradições místicas falam da fusão da vontade do indivíduo com a vontade de Deus e ambas se tornando o caminho para o resultado da Realização em Deus. Isto entretanto não ocorre se os lobos frontais estão subativos. É uma lei universal que tudo que está incompleto na natureza busca sua própria complementação. Nos meus próprios achados em neurofisiologia mostram que os lobos frontais de quase todas as pessoas estão subativos. isto significa que eles simplesmente não tem neurotransmissores nem energia elétrica suficientes para funcionarem perto do ótimo. Num nível subjetivo de experiência, isto é igual a uma enfraquecida força de vontade e tédio, e o tédio é possível com lobos frontais subativados. A dopamina, é o transmissor essencial para atividade dos lobos frontais, e é necessária para o sentimento de encantamento com a vida e felicidade, muitas vezes descrita para a mística união com Deus. Falta de dopamina irá aumentar a necessidade de urgência da pessoa em manter sua força de vontade e não se fundir com uma realidade maior, já que há o sentimento de que algo está incompleto a nível individual. Seria como deixar uma pessoa morrer, se esta pessoa já sente que está completa é muito mais fácil deixá-la morrer, porém, se esta pessoa sente que ainda falta algo para se atingido, irá lutar muito mais pela vida. Se a Deeksha tem efeito na ativação do lobo frontal, isto poderia dar complementação à vontade do indivíduo, florescendo em todo o seu potencial. No florescer da vontade do indivíduo, isto naturalmente se fundiria com a grande Realização em Deus. A partir desta grande perspectiva, o “grande ego” é realmente nada mais que a compensação de um ego fraco que busca sua complementação. Porém, sem a total ativação dos lobos frontais e a saturação por dopamina, o ego nunca encontrará sua própria complementação e subseqüentemente se fundirá em Deus. Julgar um grande ego e como ele conserta a baixa autoestima e consciência de um indivíduo, como é esperado em ensinamentos espirituais, é praticamente sem proveito, pois uma autoestima baixa tem uma necessidade urgente de fixar-se no indivíduo, sem importância de qual é o nível de consciência. A solução poder vir e houver mudança no estado psicológico real, para liberar a vontade do indivíduo do seu esforço contra entregar-se a uma realidade maior.

3. Sri Bhagavan diz que a iluminação deva ser dada, como um presente da Graça. Nos últimos 15 anos, o Dr. Hartmut Muller, da Alemanha, desenvolveu um novo paradigma da física denominado Dimensionamento Global (Global Scaling). Esta emocionante expansão da física quântica vai além da dúvida de que a consciência é a mais fundamental substância do Universo e contem o próprio projeto do Universo, seguindo uma fórmula matemática, incluindo a distância entre os planetas, estrelas e toda a galáxia em si, a distância entre elétrons e núcleo em cada átomo, o pH ótimo para a sangue humano, enfim tudo no Universo material segue a mesma estrutura matemática. O projeto original é tal que tudo opera no menor nível de estresse e no máximo nível de eficiência o tempo todo. Um átomo está o tempo todo em consonância com a fonte de inteligência através do campo sintrópico. Estes campos sintrópicos permitem ao átomo sempre saber como funcionar com o mínimo de estresse e a eficiência máxima. Os seres humanos parecem ser a única manifestação da criação que parecem tem perdido algum grau da sua harmonia com os campos de sintropia da vida e sua unidade. Uma vez que esta perda produziu algumas mudanças nos cérebros de indivíduos, re-harmonizar-se com os campos de sintropia da unidade é extremamente difícil, pois nós não sabemos o quão grande estes campos são. Criamos então todo tipo de mitologias, religiões e teorias científicas sobre a vida e tentar preencher as lacunas. Uma pessoa com OAA superativo no lobo parietal e subativo no lobo frontal irá buscar iluminação a partir da experiência da separação. Todo esforço espiritual e busca para resolução de problemas, ocorre como uma reação à perda de sintonia com os campos sintrópicos da unidade. Se nossas buscas são baseadas em problemas, é improvável que estas terão solução. Se a sintonia e harmonia com os campos sintrópicos forem então buscadas, é então fato que é possível que haja a iluminação para todos. O projeto original para o cérebro humano é perceber a Unidade como realidade intrínseca da vida. Este projeto original é latente, mas precisa de um cérebro que esteja funcionando naturalmente, ancorado na consciência humana. Se a Deeksha harmoniza o cérebro com os campos sintrópicos do funcionamento ótimo, a consciência do indivíduo irá unir-se sem fronteiras visíveis com a Unidade.

4. Sri Bhagavan diz que a iluminação é um fenômeno biológico e genético. A espiritualidade tradicional geralmente designa um status muito baixa à importância do corpo. Este é geralmente visto como apenas um recipiente para a consciência -como uma camisa que a alma esteja usando. A física moderna mostra que a visão de Sri Bhagavan esta muito mais alinhada com o que conhecemos como a natureza da matéria, como um alinha distinta entre a matéria, energia e espírito. Baseado no modelo de vórtex brilhante do átomo, formulado por Lord Kelvin em 1867, podemos ver que cada átomo é do tamanho de todo o Universo e a os objetivos, como os percebemos, são a parte mais densas destes átomos. A matéria flutua bilhões de vezes por segundo entre ser matéria e ser energia. A partir desta perspectiva, faz sentido assumir que a transformação espiritual deva ser ancorada no nível físico. Quando este atinge o nível mais denso, todos os outros níveis se apresentam, já que a matéria não possui lacunas, a este nível e em altas dimensões da Criação. Por outro lado, a matéria apresenta-se tão densa que também inclui outros níveis de energia. Assim quando a matéria está em iluminação, todo o mais está incluido. A nível genético é interessante notar que o DNA humano possui 173 cm de comprimento. Somente 3cm possuem informação genética ativa. A bioquímica moderna tem uma visão complexa nesta perda da natureza e batiza as formas inativas do DNA de introns, ou “material sem uso”. Esta é uma suposição muito questionável, já que a natureza não produziria “material sem uso”. Os introns, na minha opinião (de novo, eu me desvio da ciência oficial aqui) iguala-se ao potencial latente da energia espiritual humana. É minha alegação que a Deeksha flui da parte inerte do DNA com os Fótons, ativando-os. Os Fótons são a ponte que a natureza criou entre a energia sutil e a matéria. A Fotorescência é o processo pelo qual a esta informação sutil é distribuída pelo DNA para as células. Os 3 cm de DNA ativo carregam a informação necessária para mera sobrevivência mas o restante da molécula do DNA se torna ativa (capaz de fotorescência), assim podemos ir muito além de meros sobreviventes para sermos Despertos, com todo o nosso potencial.

5. Sri Bhagavan diz que o Consciente Coletivo ou Consciente Ancestral determina nosso estado mental individual. Em 1950, Dr Hans Selye, um endocrinologista da Universidade de Montreal, mostrou que o cérebro de toda pessoa normal está num estado crônico de estresse de sobrevivência, como se estivesse numa situação de ameaça constante. Esta resposta ou estresse é algo que nos adaptamos tão profundamente que não conseguimos perceber como estresse. Entretanto, neste estado de estresse, somos levados a ser altamente condicionados pelo nosso ambiente e a consciência coletiva. Pesquisas sobre o cérebro mostram que a resposta a padrões de estresse causam uma dominância de ondas de alta frequência do tipo beta dentro do cérebro. estando em beta, o cérebro é capaz de repostas a níveis primitivos, que recebemos do consciente coletivo humano e uma mudança genuína é quase impossível. Beta também é o estado onde a habilidade de recuperação e cura do corpo está em seu mínimo. A prática espiritual pode, a um certo grau, relaxar o estresse e permitir que ondas menos aceleradas como alfa, tetra e delta apareçam. Porém, pesquisas mostram que a somente a prática espiritual está longe de ser efetiva se não houver sincronia com campos sintrópicos da vida e da Unidade. Na Tracker School, Tom Brown Jr, um especialista em habilidades selvagens e neurocientista, examina os efeitos de passar o tempo na vida selvagem. Seus achados foram muito reveladores: se um noviço religioso, demora quase um ano de prática de meditação dedicada para estar no estado alfa, alguém que nunca meditou na sua vida, se for exposto a vida selvagem pode entrar em estado alfa após exposição a esta vida selvagem por 48 horas. Sendo a natureza sincronizada com campos sintrópicos, ela irá envolver o cérebro humano no seu campo sintrópico muito mais rápido que um cérebro humano que busca esta sincronia por seu próprio esforço. É minha alegação que na prática individual muito da energia que buscamos provêm do Consciente Ancestral. Isto parece ser o mais próximo da validação científica da necessidade da Graça, por si só.

Muitos Cientista e líderes espirituais tem tentado fazer um casamento entre ciência e espiritualidade. Depois que a ciência moderna foi fundada no século 17, como uma reação a séculos de uma fé cega, por pelo menos 200 anos os cientistas tentaram confirmar o mundo objetista-mecânico de Descartes e Newton. A pesquisa finalmente fundiu-se nos ensaios sobre o quantum no começo do século 20. as quais mostraram o quê os místicos descreveram como realidade por milênios. O que ficou faltando até então foi um sistema de transformação espiritual que entregue resultados físicos, precisos e que sejam repetítiveis. É de minha alegação que, de uma investigação científica, experiência profissional e evidências incidentais, o trabalho de Sri Bhagavan é o primeiro sistema espiritual que entrega tais resultados possivelmente no nível global.

Un comentario científico sobe os ensinamentos de Sri Bhagavan.

Por Christian Opitz

Tradução: Marcos Accord

Conheça os encontros de Deeksha e experimente pessoalmente a inteligencia Ouro.

No seguinte video pode experimentar a Nayana Deeksha, transmitida pelos olhos.

A recomendação para assistir o video é bem simples:

Procure um lugar tranqüilo e sente-se com a coluna erguida.

Faça 3 respirações profundas e pausadas, com cada expiração permita-se soltar aquilo que possa estar atrapalhando o seu momento presente e sinta como todo seu corpo fica relaxado.

Agora assista o video e permita-se olhar aos olhos de Sri Bhagavan como se você voltasse a ser uma criança, olhando com curiosidade, sem julgamentos e aberto a tudo, porque tudo é possível… Os olhos são o espelho da Alma, lembra disso?